Pesquisar
Close this search box.

Qual será a função do robô no futuro do trabalho? E qual será a dos humanos?

Texto de Simone Modenesi (diretora), e Andrea Santiago (comunicação e marketing) da ATS Tecnologia, exclusivo para o Observatório AB2L
Publicado em
3d-rendering-biorobots-concept

Muito se fala sobre o sério problema da empregabilidade no país. Segundo a pesquisa PNAD Contínua, a taxa de desemprego em 2022 foi de 9,3%. Fechamos o ano com cerca de 9 milhões de pessoas desempregadas. E os próximos meses seguem incertos.

Diante deste cenário, os especialistas em estratégia de carreira acreditam que, quem busca um emprego ou uma recolocação, precisará ser resiliente e se requalificar continuamente. É fundamental adquirir as habilidades técnicas e comportamentais (as chamadas soft skills] que o mercado procura.

“Estudos mostram basicamente que, de agora em diante, mais valem habilidades do que uma cabeça cheia de informações. Com criatividade, inovação, liderança, gestão emocional, colaboração, comunicação, pensamento crítico (dentre tantas outras que provavelmente boa parte dos leitores já devem saber), podemos operar qualquer tipo de informação e navegar em quaisquer mares, sejam eles os mais turbulentos.” (https://ofuturodascoisas.com/conteudos/)

São competências cognitivas complexas que se tornaram essenciais para que os profissionais sobreviverem no mercado de trabalho.

O “Relatório do futuro do trabalho” (2020) do Fórum Econômico Mundial (FEM) aponta que 55,4% das empresas entrevistadas disseram que há dificuldade em encontrar as devidas competências nos profissionais em seus respectivos mercados. O relatório entrevistou 291 empresas ao redor do mundo que, juntas, representam cerca de 7,7 milhões de funcionários.

Abaixo as habilidades que estarão em alta até 2025, segundo o relatório do FEM:

1. Pensamento analítico e inovação

2. Aprendizagem ativa e estratégias de aprendizado

3. Resolução de problemas

4. Pensamento crítico

5. Criatividade

6. Liderança

7. Uso, monitoramento e controle de tecnologias

8. Programação

9. Resiliência, tolerância ao estresse e flexibilidade

10. Raciocínio lógico

11. Inteligência emocional

12. Experiência do usuário

13. Ser orientado a servir o cliente (foco no cliente)

14. Análise e avaliação de sistemas 15. Persuasão e negociação

15. Persuasão e negociação

Com base nessa lista, podemos concluir que as habilidades exigidas estão relacionadas diretamente às atividades criativas, inovadora e de relacionamento. Sendo assim, quem fará as atividades repetitivas, as famosas atividades “copia e cola”?

SERÃO OS ROBÔS!

Em um curto espaço de tempo cada colaborador terá o seu assistente virtual para executar as tarefas repetitivas que estão sob sua responsabilidade.

Delegar ao robô as atividades que tomam muito tempo e que não agregam o aprendizado das habilidades destacadas acima é um passo importante. Quando o robô executa em poucos minutos as tarefas repetitivas e volumosas e as entrega sem erros para que o colaborador faça a análise e os ajustes finais é a combinação perfeita para obtenção de resultados incríveis tanto para o profissional, quanto para a empresa.

É importante desmistificar a função do robô como um substituto do humano porque ao conviver com seus robôs assistentes, os profissionais se liberam do trabalho repetitivo e chato para se dedicar ao trabalho criativo, analítico. É a empresa oferecendo as condições adequadas para o desenvolvimento das softs skills dos seus colaboradores.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Imagem: Pixabay

Evolução da criatividade - da teoria para a prática

artigo obs

Ausência da parte Autora e do Preposto nas Audiências Judiciais Cíveis e Juizados Especiais. Quais as diferenças e quais as consequências?

Imagem: Pixabay

Advogados contra a Tecnologia: as máquinas irão substituir os advogados?

interface-3614766_1280

Desenvolvimento responsável da IA com a nova norma ISO/IEC 42001.

laptop-5673901_1280

DJe ou Painel de Intimações? Como acompanhar as intimações e não perder prazos!

Blockchain e Direito Desvendando os Desafios da Tokenização, por Isabela Santos.

 Blockchain e Direito: Desvendando os Desafios da Tokenização

laptop-2558400_1280

Empreender na mediação: inovação e oportunidades em comemoração a semana global do empreendedorismo  lei nº 14.135/2021

opportunity-7958383_1280

Você precisa de 5 palavras para tornar seu perfil no LinkedIn mais atrativo

EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.