Thomson Reuters lança fundo de capital de risco de 100 milhões de dólares

Publicado em
Thomson Reuters lança fundo de capital de risco de 100 milhões de dólares

A Thomson Reuters Corp (TRI.TO) está lançando um fundo de capital de risco de US $ 100 milhões para investir em empresas em estágio inicial (early stages) que atendam a públicos profissionais nas áreas jurídica, tributária e contábil e de mídia de notícias.

O fundo, denominado “Thomson Reuters Ventures”, é parte do plano do presidente-executivo Steve Hasker de transformar o provedor de notícias e informações para profissionais no que chama de “negócio de tecnologia orientado para conteúdo”.

O fundo focará em empresas nas suas rodadas de investimento das Séries A e B.

A Thomson Reuters quer identificar empresas que possam ajudar seus clientes a “entregar mais valor” aos clientes – seja com machine learning para melhor previsão ou automação para maior eficiência, disse Pat Wilburn, diretor de estratégia da Thomson Reuters.

A Thomson Reuters disse em agosto que no final do segundo trimestre restavam US $ 700 milhões de um orçamento de US $ 2 bilhões para fusões e aquisições. Ela disse que tem um pipeline “robusto” de alvos em áreas como automação e negócios baseados em nuvem de pequeno a médio porte e software como serviços.

Texto original publicado pela Reuters e traduzido pela AB2L.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Soft Skills: O diferencial para as profissões do futuro

Soft Skills: O diferencial para as profissões do futuro

Texto original publicado pela Mediar 360, associada AB2L O que são as Soft Skills? A cada ano que passa,
LDSOFT cresce ainda mais e, agora, faz parte da Vela Software

LDSOFT cresce ainda mais e, agora, faz parte da Vela Software

Lawtech é a oitava aquisição brasileira do grupo Vela Software
Advogados apostam no empreendedorismo e criam legaltechs para automatizar o mundo jurídico

Advogados apostam no empreendedorismo e criam legaltechs para automatizar o mundo jurídico

Startups desenvolvem soluções inovadoras para tornar o setor mais produtivo e eficaz
8 startups que cresceram usando apenas seus próprios recursos

8 startups que cresceram usando apenas seus próprios recursos

Conheça startups que escolheram o bootstrapping para escalar seus negócios: nada de investidores externos
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.