Pesquisar
Close this search box.

Tailândia está próxima de introduzir a tecnologia blockchain em seu sistema de votação

Publicado em
Thailand-Initiates-the-Use-Blockchain-Technology-for-Voting-min-780x405

O Centro Nacional de Tecnologia de Eletrônica e Informática (NECTEC) da Tailândia tem trabalhado no desenvolvimento da tecnologia blockchain para votação eletrônica, conforme mostra o artigo publicado pela Cointelegraph.

O NECTEC é uma organização estatutária do governo que opera sob a alçada da Agência Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e do Ministério da Ciência e Tecnologia. A organização promove principalmente o desenvolvimento de computação, eletrônica, TI e telecomunicações.

A tecnologia supostamente pode ser implantada em conjunto com a votação tradicional, conforme os tailandeses tornam-se mais alfabetizados tecnologicamente. De acordo com a NECTEC, uma vez que o 5G seja adotado, todos os votos estarão relacionados à nova tecnologia. Chalee Vorakulpipat, chefe do laboratório de segurança cibernética da NECTEC, disse:

“O NECTEC DESENVOLVEU UMA TECNOLOGIA BLOCKCHAIN PARA VOTAÇÃO ELETRÔNICA QUE PODE SER APLICADA A ELEIÇÕES NACIONAIS, PROVINCIAIS OU COMUNITÁRIAS, BEM COMO VOTOS DENTRO DE EMPRESAS COMO PARA A DIRETORIA. O OBJETIVO É REDUZIR FRAUDES E MANTER A INTEGRIDADE DOS DADOS.”

Vorakulpipat disse que, para que o sistema funcione, é necessário um controlador, eleitores e candidatos. Antes da eleição, o controlador pode verificar a identidade do eleitor e as qualificações do candidato. Os eleitores supostamente poderão votar por e-mail e devem ser verificados por câmera móvel.

Embora o voto eletrônico baseado em blockchain tenha o potencial de tornar as eleições mais rápidas, mais baratas e mais seguras, levará tempo para garantir que cada eleitor tenha acesso à uma conexão de internet móvel e verificação de identidade.

De acordo com Vorakulpipat, o voto através da blockchain poderia ser implantado em curto prazo em um ambiente fechado. Por exemplo, os tailandeses que vivem no exterior podem ir à uma embaixada ou ao consulado para votarem e verificarem suas identidades. Vorakulpipat também disse que o sistema poderia ser testado em eleições menores em organizações como universidades, províncias e conselhos de comissões.

Outros países também vêm considerando o uso da tecnologia blockchain para proteger e conduzir processos eleitorais. Após as eleições de meio de mandato federais de 2018 nos Estados Unidos, o secretário de Estado de West Virginia relatou um julgamento bem-sucedido de votação de blockchain móvel para a população do Estado que estão nas forças armadas estacionadas no exterior.

 

Por Amanda Bastiani

Fonte: https://www.criptomoedasfacil.com/tailandia-esta-proxima-de-introduzir-a-tecnologia-blockchain-em-seu-sistema-de-votacao/

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
SITE

INFORME AB2L | 2024

#03 06/24 Danilo Limoeiro, Co-Founder da Turivius e associado da AB2L, participa como expositor na Audiência Pública do
Lorena Lage e Robert Oliveira, sócios e cofundadores da L&O Advogados

L&O Advogados cresce 110% com preventivo jurídico no mercado de startups e inovação

Publicação Original, SEGS.com.br. Fundado por Lorena Lage e Robert Oliveira, escritório teve apenas duas ações judiciais em curso
Imagem

Especialista destaca a importância da tecnologia nas Operações Jurídicas na era digital

Allana Martins Vasconcelos Valsechi, Gerente de Operações Jurídicas e Analytics da Legal Insights, discute a evolução do setor e enfatiza a colaboração interdisciplinar e o planejamento estratégico.
SOS RS APP

SOS RS: Inovação e Solidariedade no Rio Grande do Sul

Em entrevista exclusiva para a CNN Brasil, o engenheiro Pedro Oliveira revelou como a plataforma SOS RS está
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.