Legisladores dos EUA criam projeto de lei para isentar criptoativos de leis de valores mobiliários

Publicado em
WD-High-Res-696x385

Dois membros do Congresso dos EUA estão tentando isentar os criptoativos e outros ativos digitais das leis federais de valores mobiliários, conforme publicado pela Coindesk.

O “Token Taxonomy Act” foi apresentado nesta quinta-feira, 20 de dezembro, pelos representantes Warren Davidson e Darren Soto, uma medida que vem meses depois de uma mesa redonda em Washington, DC, que buscou informações sobre medidas regulatórias para a indústria. De acordo com o texto, a lei – entre outros itens – procura excluir “tokens digitais” de serem definidos como títulos, alterando tanto o Securities Act de 1933 quanto o Securities Exchange Act de 1934.

Essa definição tem vários componentes, todos centrados em um grau de descentralização em que nenhuma pessoa ou entidade tem controle sobre o desenvolvimento ou operação de um ativo. Isso ostensivamente limparia o caminho para criptomoedas que não têm um controlador central para ser poupado de uma designação de valores mobiliários.

A lei define “tokens digitais” como “unidades digitais criadas… em resposta à verificação ou coleta de transações propostas” (mineração, basicamente) ou “como uma alocação inicial de unidades digitais que de outra forma seriam criadas” (como em uma pré-mineração). Esses tokens devem ser regidos por “regras para a criação e fornecimento da unidade digital que não podem ser alteradas por uma única pessoa ou grupo de pessoas sob controle comum”.

Indo mais fundo, um “token digital”, de acordo com o texto:

“… tem um histórico de transações que… é registrado em uma ledger digital distribuída ou em uma estrutura de dados digital na qual o consenso é alcançado por meio de um processo matematicamente verificável; e… após o consenso ser alcançado, não pode ser materialmente alterado por uma única pessoa ou grupo de pessoas sob controle comum;… é capaz de ser negociado ou transferido entre pessoas sem um custodiante intermediário… ”

E, talvez de maneira mais notável, segundo a definição do projeto de lei, um token digital “não é uma representação de um interesse financeiro em uma empresa, incluindo uma participação acionária ou de dívida ou participação nos lucros”.

“Este projeto de lei oferece a certeza que os mercados norte-americanos precisam para competir com Cingapura, Suíça e outros que estão crescendo agressivamente suas economias de blockchain”, disse Davidson em um comunicado.

“PARA TER CERTEZA, HAVERÁ OUTRAS INICIATIVAS REGULATÓRIAS EM ALGUM MOMENTO, MAS ESSA LEGISLAÇÃO É UM PRIMEIRO PASSO ESSENCIAL PARA MANTER ESSE MERCADO VIVO NOS ESTADOS UNIDOS.”

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Captura de tela 2023-01-27 094937

Cinco tendências de tech e ESG apresentadas em Davos

Diversidade e inclusão foram alguns dos principais destaques do relatório sobre o cenário atual do mercado global de tecnologia, lançado durante o Fórum Econômico Mundial
Captura de tela 2023-01-27 094517

“Não há falta de dinheiro para startups”, diz cofundador da Liga Ventures

Guilherme Massa explica que os desafios têm relação com um tempo maior de decisão dos investidores baseado no momento econômico e na busca por retorno
Face recognition AR hologram screen  smart technology

O chat GPT: o que o novo oráculo de delfos tem a dizer aos advogados?

O grande diferencial da ferramenta, como toda ferramenta tecnológica inovadora, será no modo como é utilizada para extrair os benefícios da mesma.
3D Rendered Illustration of a Human Face Design.

IA x Homem: Advogado robô defenderá réu em julgamento real

Pela primeira vez na história uma inteligência artificial será usada em tribunal para defender um réu acusado de infringir leis de trânsito
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.