Pesquisar
Close this search box.

Metaverso deve movimentar mais de R$ 2 trilhões até 2025

Novo estudo da Boston Consulting Group aponta que o mercado relacionado às experiências imersivas já chega a R$ 1,3 trilhão
Publicado em
Imagem: reprodução

Texto original publicado pela Forbes

O metaverso, conceito sem uma definição única, mas que reúne várias tecnologias e experiências, entre elas VR, AR e games, terá um salto nas receitas que movimentará até 2025. De acordo com um novo estudo da Boston Consulting Group (BCG), atualmente, as indústrias relacionadas ao metaverso movimentam R$ 1,3 trilhão (o equivalente a US$ 250 bilhões) e devem gerar mais de R$ 2 trilhões (US$ 400 bilhões até 2025).

Ainda de acordo com a pesquisa, quatro verticais puxarão esse crescimento: ativos virtuais como NFTs, por exemplo, software e hardware como óculos de VR e plataformas de imersão, além de aplicativos de realidade aumentada, virtual e mista. Infraestrutura de cloud e inteligência artificial também entram na conta.

Otávio Dantas, diretor da BCG, explica que no chamado metaverso elementos como VR e AR têm sido cada vez mais explorados. “São iniciativas que vão além do entretenimento e também impactam indústria, saúde e outros mercados. Mesmo para os consumidores, as motivações para que as pessoas realizem essas experiências vão muito além dos games”, destacou.

O estudo também mostra que, somente os ativos virtuais, NFTs ou skins em games, por exemplo, que são negociados nos ambientes digitais, podem movimentar de US$ 150 bilhões a US$ 300 bilhões neste mesmo período. Itens que já respondem por 40% das negociações da chamada Web3 e 60% da Web2. Já os aplicativos que precisam fazer tudo isso funcionar devem responder por US$ 50 bilhões.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
SITE

INFORME AB2L | 2024

#02 06/24 Encontro com Luis Henrique Ramos, Gerente Jurídico Sênior da C&A Brasil, sobre Carreira Corporativa no Direito
Lorena Lage e Robert Oliveira, sócios e cofundadores da L&O Advogados

L&O Advogados cresce 110% com preventivo jurídico no mercado de startups e inovação

Publicação Original, SEGS.com.br. Fundado por Lorena Lage e Robert Oliveira, escritório teve apenas duas ações judiciais em curso
Imagem

Especialista destaca a importância da tecnologia nas Operações Jurídicas na era digital

Allana Martins Vasconcelos Valsechi, Gerente de Operações Jurídicas e Analytics da Legal Insights, discute a evolução do setor e enfatiza a colaboração interdisciplinar e o planejamento estratégico.
SOS RS APP

SOS RS: Inovação e Solidariedade no Rio Grande do Sul

Em entrevista exclusiva para a CNN Brasil, o engenheiro Pedro Oliveira revelou como a plataforma SOS RS está
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.