Pesquisar
Close this search box.

Blockchain em Moscou permite que vizinhos tratem da vida cotidiana

Publicado em
urban-415480_960_720-e1521117919372

Moscou, capital da Rússia, está ampliando o uso de uma plataforma de votação baseada em blockchain para tratativa de assuntos comuns ao dia-a-dia das pessoas da cidade.

Anunciado nesta quinta-feira, 15 de março, o governo municipal da capital nacional da Rússia lançou o Digital Home, um serviço que permite que os vizinhos votem e se comuniquem eletronicamente sobre questões como substituir a porta de entrada do edifício ou contratar uma nova empresa de gestão.

O serviço usa o Active Citizen, uma plataforma de votação eletrônica que é executada em uma versão privada do Ethereum.

Todos os anos, os residentes de Moscou vivenciam de cinco a sete mil encontros presenciais para tratar de tais assuntos, de acordo com um comunicado de imprensa divulgado nesta quarta-feira, 14 de março, mas essas reuniões ficam cada vez mais difíceis de organizar em um ambiente urbano no qual as pessoas estão sempre ocupadas.

“NÓS ACREDITAMOS QUE É ESSENCIAL CONSTRUIR UM AMBIENTE CONVENIENTE PARA PERMITIR QUE OS VIZINHOS INFLUENCIEM O BAIRRO EM QUE VIVEM”, DISSE ANDREY BELOZEROV, UM ASSESSOR DO DIRETOR DE INFORMAÇÕES DE MOSCOU. “O RITMO DE VIDA NAS GRANDES CIDADES IMPÕE SUAS CONDIÇÕES E É BASTANTE DIFÍCIL ENCONTRAR UM HORÁRIO ADEQUADO PARA TODOS E AGENDAR UMA REUNIÃO PRESENCIAL ENTRE VIZINHOS.”

O Active Citizen foi lançado em 2014 e acumulou mais de 2 milhões de usuários. Naquela época, facilitou 3.510 pesquisas, nas quais os usuários votaram temas como o nome de um novo trem de metrô e a cor dos assentos em uma nova arena esportiva.

No final do ano passado, começou a usar a tecnologia blockchain para tornar os resultados publicamente auditáveis e atenuar as preocupações com a contagem de votos da cidade.

“UMA VEZ QUE O VOTO SEJA COLOCADO, SERÁ LISTADO EM UM LIVRO CONTÁBIL CONSISTINDO EM TODOS OS VOTOS QUE TENHAM OCORRIDO EM UMA REDE PEER-TO-PEER”, DE ACORDO COM A DECLARAÇÃO PÚBLICA DA CIDADE. “ISSO GARANTIRÁ QUE OS DADOS NÃO SERÃO PERDIDOS OU ALTERADOS POR ALGUÉM APÓS A VOTAÇÃO TER SIDO EMITIDA POR ISSO NÃO HÁ CHANCE DE FRAUDE OU INTERFERÊNCIA DE TERCEIROS.”

 

Por Amanda Bastiani

Fonte: https://www.criptomoedasfacil.com/blockchain-em-moscou-que-permite-que-vizinhos-tratem-da-vida-cotidiana/

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
web-summit

Web Summit Rio: a força do empreendedorismo e da tecnologia

O Web Summit Rio nos mostrou que a ativação de grandes eventos como esse trouxe também benefícios intangíveis para nos estimular na capacidade de perceber novamente a partir do acesso àquilo que não conhecíamos e, com isso, o país só tem a ganhar
1_ticiano-36284834

Ticiano Gadêlha: Entre a lei e a inovação

A Lei Complementar nº 182, de 2021, conhecida como Marco Legal das Startups, é um exemplo de como o país busca fomentar o ecossistema de inovação, oferecendo um ambiente regulatório mais flexível e adaptado às peculiaridades dessas empresas
201021flavia11

B3 desenvolve plataforma para transações secundárias de startups

Infraestrutura será vendida em modelo white label para companhias de crowdfunding
tatiana coutinho

Ambientes Jurídicos mais Inclusivos: Uma Reflexão sobre Diversidade e Inclusão no Direito

Tatiana Coutinho, Associada à AB2L, recebe destaque no artigo "Ambientes Jurídicos mais Inclusivos: Uma Reflexão sobre Diversidade e Inclusão no Direito", do site Ela Jurista!
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.