Artistas brasileiros bombam com venda de NFTs e arte tokenizada

Publicado em
Artistas brasileiros bombam com venda de NFTs e arte tokenizada

Com Ethereum e tokenização de suas obras artistas brasileiros ganham o mundo e ajudam a redefinir a cultura digital

O boom dos tokens NFTs também chegou ao Brasil e não é só os investidores que estão lucrando mas artistas nacionais estão produzindo NFTs e construindo a vida com a tokenização de suas artes.

Segundo o programa Debate Descentralizado, comandado por Rodrigo Digital, diversos artistas no Brasil estão produzindo artes digitais e transformando este trabalho autoral e único em tokens não fungíveis, NFTs, que em muitos casos são comercializados nas maiores plataformas deste mercado como o OpenSea, Rarible, entre outros.

Nomes como Nino Arteiro, Vamoss, Tony de Marco, Alexandre Rangel, Monica Rizzolli, Uno de Oliveira, Marlus, Lukas Azevedo entre outros são alguns dos nomes nacionais que estão aliando tokenização, arte, criptomoedas e blockchain.

“O NFT é o meio casamento perfeito entre as coisas e alinha não só a possibilidade de ganhar dinheiro mas de usar as técnicas de programação e os resultados visuais que elas podem produzir”, afirmou Monica Rizzolli.

Valor dos NFTs

Os artistas destacaram que assim como no mercado de artes tradicional, há obras por diversos valores, com preços saindo de US$ 20 até US$ 7 mil e com possibilidades de valorização que dependem de inúmeros fatores.

No entanto, segundo eles, o principal não é tanto a valorização que as obras podem alcançar, mas a mudança de paradigma que os NFTs promovem no mercado de artes, jogos, e na cultura digital como um todo.

“Esta é uma mudança que vai além das artes, pois agora podemos fazer nossas obras e distribuí-las sem intermediários”, afirmou Alexandre Rangel.

Ainda segundo os artistas as possibilidades de valorização dos trabalhos estão ligadas a diversos fatores como a raridade dos itens e a atenção que despertam no mercado.

Muitos dos artistas brasileiros inclusive já consegue ter como susa principal fonte de renda o trabalho que fazem com NFT.

“Comecei neste mercado por meio do incentivo da comunidade e de US$ 20 dólares que recebi para tokenizar uma arte minha, agora eu também ajudo outros artistas comprando obras de artistas brasileiros”, revelou Lukas Azevedo.

Já Tony de Marco destacou que não há segredo para quem deseja entrar neste mercado, seja investidor ou artista, e pontua que é necessário se debruçar em grupos e tutoriais para entender um pouco da lógica do sistema que tem algumas regras próprias mas que no fundo é simples.

Confira algumas das artes em NFTs produzidas pelos artistas nacionais

Nino Arteiro

https://ninoarteiro.art/about/

Caboclo de lança

https://ninoarteiro.art/NFT/caboclo-de-lanca/

Disponível no OpenSea

Congado de Airões

Disponível no OpenSea


Vamoss

https://twitter.com/vamoss/

Hera

Disponível no OpenSea

Aristotle

Disponível no OpenSea

Alexandre Rangel

https://twitter.com/alexandrerangel/

“a-song-for-peace”

Disponível no OpenSea

The-wall

Disponível no OpenSea

Monica Rizzolli

Episcia reptans

Disponível no Rarible

Spondias purpurea

Disponível no Rarible

Uno de Oliveira

Anomalia #11 – Perfil

Disponível no OpenSea

Anomalia #4 – Ruiva

Disponível no OpenSea

Marlus

Isometric Dreams Mosaic

Disponível no OpenSea

Poetry from home

Disponível no OpenSea

Lukas Azevedo

MELTING POINT

Disponível no Rarible

LUCKY 1300

Disponível no Rarible

Fonte: Cointelegraph

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
O que é Web 3.0 e como ela se relaciona com o mercado de criptoativos

O que é Web 3.0 e como ela se relaciona com o mercado de criptoativos

A internet está passando por uma nova reformulação, chamada de Web 3.0. Confira o guia do InfoMoney sobre o assunto
Como utilizar suas conexões para impulsionar o perfil no LinkedIn

Como utilizar suas conexões para impulsionar o perfil no LinkedIn

Texto original de Mariellen Romero,  publicado por táLIGADO Você sabia que a base de crescimento do LinkedIn, bem
Brasil figura entre os países mais inovadores do mundo para o setor jurídico

Brasil figura entre os países mais inovadores do mundo para o setor jurídico

O surgimento de novos modelos de contratos e petições criados através de técnicas de Visual Law e com foco na facilitação da comunicação e inclusão da população colocam o país na linha de frente da inovação jurídica mundial.
Villa Visual Law Studio, empresa associada à AB2L, vence premiação internacional com projeto de Visual Law

Villa Visual Law Studio, empresa associada à AB2L, vence premiação internacional com projeto de Visual Law

Texto original de Rui Caminha A tecnologia que impulsiona avanços em diferentes setores da economia também tem impactado o
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.