Os desafios da alta performance no pós pandemia #AB2Ladies

Por Regiane Martins

Era uma vez um mundo normal. Um belo dia, em 2020, todo mundo saiu do escritório com um computador debaixo do braço e um celular na mão, sem ter data para voltar. Seriam as férias perfeitas? #sqn

Aos poucos, a quarentena começou a impactar bruscamente as relações de trabalho e a performance das pessoas e das empresas. O trabalho começou a ser encarado de outra forma… uma forma ineditamente complexa e incompreensível.

A vida não podia parar! Mas, como seguir se nunca havíamos vivenciado aquele contexto desconhecido, caótico, inconstante, incerto? O que fazer? Como fazer? Casar ou comprar uma bicicleta?

A pandemia trouxe prejuízos para muitas pessoas e empresas sim, mas, é certo dizer que ela também trouxe benefícios para outras muitas pessoas e empresas.

Enquanto algumas enfrentaram problemas de saúde física, mental, estafa emocional, depressão, burnout, ansiedade, outras melhoraram o relacionamento familiar, aproveitaram o tempo, sentiram-se engajadas e satisfeitas no trabalho remoto, melhoraram seus rendimentos e, principalmente, suas performances.

Sim, empresas quebraram, encerraram suas atividades, diminuíram suas entregas, regrediram em performance. Mas, houve empresas que aumentaram o lucro, cresceram em tamanho, superaram em 200% suas performances. Enquanto alguns performaram muito mais, outros, muito menos.

Então, o que é alta performance? Como defini-la, já que o mesmo contexto gera resultados distintos?

E foi com este cenário como pano de fundo que realizamos o 1º Talks da nossa comunidade de relacionamentos da AB2Ladies.

A complexidade e volatilidade de tudo isso é tamanha, que não há uma resposta certa para o que é alta performance.

Tudo muda muito rápido e constantemente. O que é alta performance hoje pode não ser amanhã. O que é alta performance para uma empresa, pode não ser para outra. A única certeza que temos é que a incerteza e as mudanças são constantes.

E por detrás de tudo, novas competências precisam ser desenvolvidas, para que saibamos lidar com as constantes mudanças e, assim, entregar alta performance independentemente dos contextos que se apresentarem.

Competências como liderança, adaptabilidade, resiliência, autoconhecimento e vulnerabilidade, têm se mostrado essenciais. Mas, dada a inovadora complexidade dos contextos voláteis, as competências também se tornaram mais complexas. De minha experiência, observando todo o nosso contexto, pude determinar novas competências que se tornaram cada vez mais necessárias para uma alta performance.

Não é simplesmente desenvolver a competência da liderança, mas a liderança de si mesmo, compreendendo e liderando a si para ser capaz de compreender e liderar o outro.

A adaptabilidade, nos contextos atuais, exige lidar com mudanças de rotas cada vez mais repentinas e, também, com suas próprias crenças, valores, propósitos. Portanto, a adaptabilidade, hoje, deve ser inovativa, estratégica e rapidamente realizada para o novo cenário.

Ser resiliente já não é mais suficiente hoje em dia. É preciso ser resiliente à volatilidade dos cenários que se apresentam. E isso pode conflitar com questões muito pessoais e profundas. Por isso, a competência do autoconhecimento precisa ser aperfeiçoada por sua multidisciplinariedade e seus processos contínuos. Desenvolver esta competência é a base de toda alta performance. #ficaadica

Vulnerabilidade. Não é mais suficiente colocar-se vulnerável em posição de risco ao expressar suas dificuldades. É necessário se colocar vulnerável para visualizar problemas e propor soluções inovadoras.

O que funcionava antes, não funciona mais. Tratar as necessidades de hoje com as ferramentas de antes, não funciona mais. É preciso buscar ferramentas novas para necessidades novas.

Desenvolver-se para lidar com os contextos caóticos, voláteis e constantemente em mudança. Estes são os desafios da alta performance no pós pandemia.

AB2Ladies é um grupo de discussões, focado em mulheres da área de inovação, direito e tecnologia. Se interessou? Fique de olho na nossa agenda, em breve tem mais!

Comentários

Comentários