Você e a Quarta Revolução Industrial

Publicado em
Você e a Quarta Revolução Industrial

Segundo o Fórum Econômico Mundial, evento realizado anualmente em Davos, na Suíça, e que conta com a participação de chefes de estado, ministros, representantes de empresas, bancos e diversos grupos sociais, a Quarta Revolução Industrial já começou.

Desde o último ano, os participantes do Fórum têm abordado a questão do impacto na relação entre homens e tecnologia, o que invariavelmente afeta também o comportamento, as expectativas e os objetivos voltados a cada atuação profissional.

Mas, como esse cenário nos afeta no presente?

Hoje, temos muitas vezes como premissa para a qualificação de um bom profissional, elementos que sofrerão mudanças importantes a partir de 2020.

Ao contrário do que muitos procuram afirmar, a tecnologia não substituirá a atuação humana, mas irá transformá-la cada vez mais.

Por isso, competências fundamentais para os dias de hoje, tais como negociação e flexibilidade, deixarão de ser apenas desejáveis, para ocuparem um posto de fundamentais, pois com o ritmo acelerado da obtenção de dados por meio da tecnologia, será possível ter cada vez mais insumos, em um curto espaço de tempo, para atender, de maneira personalizada, a necessidade de cada cliente.

O que isso significa?

A partir de 2020, as competências profissionais serão compostas, exatamente, por competências humanas.

Inteligência Emocional, criatividade, pensamento crítico e gestão humanizada de pessoas serão a chave para que um profissional consiga êxito em sua atuação profissional.

Como podemos nos preparar?

Joe Biden, ex-vice-presidente dos Estados Unidos, destaca que a tecnologia foi a grande responsável pela mudança no perfil dos empregos.

Segundo Biden, a tecnologia avançada divorciou a produtividade do trabalho, o que significa que o mundo está produzindo mais do que nunca, mas com menos profissionais.

Para nos prepararmos, o economista e diplomata Marcos Troyjo, diretor do BRIClab da Universidade de Columbia, afirma que a solução está em aumentar os investimentos em treinamento para preparar verdadeiramente os colaboradores para estes novos desafios.

Uma questão é unânime entre todos os que participam do Fórum Econômico Mundial anualmente: a mudança não vai esperar por nós!

Por isso, líderes empresariais, educadores e Governos vão precisar ser proativos na melhoria das competências e na reciclagem/formação das pessoas no presente, para que todos possam se beneficiar da Quarta Revolução Industrial.

Pense nisso!


 

Fonte: http://www.mercadoeconsumo.com.br/2017/10/13/voce-e-a-quarta-revolucao-industrial/?utm_campaign=mc_news_2010&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM
A tecnologia mãe

A tecnologia mãe

Gestão de dados no contencioso: A Importância da eficiência dos processos e impacto no planejamento e tomada de decisão

Gestão de dados no contencioso: A Importância da eficiência dos processos e impacto no planejamento e tomada de decisão

Como o varejo e as big techs influenciam o direito

Como o varejo e as big techs influenciam o direito

Você é criativo (a), só talvez não saiba disso ainda

Você é criativo (a), só talvez não saiba disso ainda

Robôs já estão presentes na maioria dos tribunais do país

Robôs já estão presentes na maioria dos tribunais do país

Por que o benchmarking é essencial para os Departamentos Jurídicos?

Por que o benchmarking é essencial para os Departamentos Jurídicos?

Muito Prazer, Eu Sou o Cliente – Um Novo Olhar para o Direito e Tecnologia

Muito Prazer, Eu Sou o Cliente - Um Novo Olhar para o Direito e Tecnologia

<i class='fa fa-lock' aria-hidden='true' title='Este conteúdo é exclusivo para associados'></i> Tecnologia, Inovação e o Profissional Disruptivo

Tecnologia, Inovação e o Profissional Disruptivo

EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.