Você e o pioneirismo brasileiro na maior competição de Direito e Tecnologia do mundo

Paula Figueiredo, Coordenadora Nacional do Global Legal Hackathon, comenta o potencial de inovação brasileiro
Publicado em
engineer-g9729c8c67_1920
Imagem: Pixabay

Por Paula Figueiredo, Coordenadora Nacional do Global Legal Hackathon

Qual seria o motivo para formarmos tantos juristas no Brasil? Acreditamos que seja um reflexo da patente falta de acesso à justiça: seja pela dificuldade de acesso ao Judiciário, a qual perpassa a dificuldade de acesso ao atendimento jurídico, seja pela inoperância do Judiciário frente à solução dos problemas, seja pela impunidade que é uma triste regra dessa sociedade que segue privada de seus direitos mais básicos.
É nos contextos com maior demanda que surgem as soluções mais inovadoras para determinados problemas. Assim, faz sentido que surjam no Brasil as principais ferramentas de inovação no meio jurídico: temos presenciado o crescimento e consolidação das Lawtechs e Legaltechs no Brasil. E nosso pioneirismo tem sido construído por pessoas como você, jurista inovador(a), que segue atento aos percalços na operação do Direito, mas também aos objetivos maiores da nossa atuação, aliados à transformação social que vivemos.
Ao longo de suas três edições, o Brasil se tornou o país com a maior representação no Global Legal Hackathon, a maior competição de Direito e Tecnologia do mundo, e fomos finalistas mundiais em todas as edições. Agora, nos preparamos para a quarta edição, que vai acontecer nos dias 25, 26 e 27 de março, e esperamos repetir nossos feitos.
E você e sua instituição podem ser parte da mudança da forma como praticamos o Direito no Brasil e no mundo. Ao participar diretamente da competição, podem ser desenvolvidas ideias para melhora da operação do Direito em seu escritório ou instituição, ou até mesmo novos produtos e melhorias para inovações já existentes. A oportunidade de identificar e atrair talentos ou mesmo de treinar pessoas para navegar o oceano da inovação são grandes motivadores para nossos parceiros.
Ainda, importante considerar que se a atuação enquanto juristas fica restrita aos países nos quais se tem autorização para exercer a profissão, tal não se aplica às soluções tecnológicas inovadoras, que podem e devem ganhar o mercado internacional.
Nossos competidores levam ainda nossos apoiadores por todo o percurso da competição nacional e internacional, consolidando seus posicionamentos como agentes de inovação jurídica, oportunidade que não acontece com frequência no meio jurídico.
A tecnologia é nossa maior aliada para mudar o cenário que inaugurou esse texto. Saiba como você e sua empresa/escritório/instituição podem participar desse evento único, no qual nasceram e vão nascer as soluções inovadoras que tanto desejamos!

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Human Hands Thumbs Up Thumbs Down Sign Concept

O que é ODR - e quais as 7 vantagens que farão você (ou seu cliente) optar por ela

14cfba59-94f6-4724-9c7e-6828caadc8a2

Advogado, qual é o seu maior medo? - Abertura do AB2L Lawtech Experience 2022

businessman hand stop dominoes continuous toppled or risk with c

Uma alternativa para a resolução de conflitos

Correcting interface

Marketing jurídico: o que é e como fazer

Entrepreneur using digital tablet

Você está pronto para o mercado 4.0?

African American bank manager and a couple signing a contract in

Legal Ops: O que são e porque investir nesse setor?

Business people using internet

Afinal, o que é Web 3.0 e qual sua relação com o Metalaw?

News-LEX

Inteligência artificial e Jurimetria: como a tecnologia influencia no Direito?

EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.