SC: Tribunal Pleno fará amanhã sua primeira reunião por videoconferência

Publicado em
SC: Tribunal Pleno fará amanhã sua primeira reunião por videoconferência

Nesta quinta-feira (16/4), pela primeira vez na história, o Tribunal Pleno do TJSC irá se reunir por videoconferência. Na semana passada, o Órgão Especial realizou reunião desta mesma forma, utilizando a PJSC-Conecta, plataforma desenvolvida em 2016 e ampliada no ano passado com a adoção no sistema eproc. Segundo a Divisão de Redes de Comunicação, de janeiro deste ano até segunda-feira passada foram realizadas pelo Poder Judiciário catarinense 10.770 transmissões por videoconferência, incluindo audiências e reuniões administrativas.

Em menos de um mês – de meados de março até semana passada, com magistrados e servidores trabalhando em home office -, entre sentenças, decisões e despachos, a produção chegou a 382.655, uma das mais elevadas do Brasil de acordo com dados do CNJ. Desde então, os órgãos julgadores realizam, em caráter excepcional, sessões de julgamento totalmente virtuais. 

Segundo o 1º vice-presidente do TJ, desembargador João Henrique Blasi, que participou da reunião inédita do Órgão Especial e irá participar da reunião do Tribunal Pleno, “trata-se de providência histórica, porque inusitada, bem retratando a rápida adaptabilidade do nosso Tribunal ao momento singular que estamos vivenciando por conta do alastramento da Covid-19.”

Para que a adoção do home office tivesse êxito, a Diretoria de Tecnologia da Informação disponibilizou a todos os magistrados e servidores uma sala pessoal, com acesso feito mediante login e senha. A tecnologia empregada é 100% web, com uma interface de utilização muito simples, na qual não é necessário instalar aplicativo ou plugin no computador. É preciso, apenas, um equipamento com multimídia, ou seja, um dispositivo com câmera, microfone e caixas de som – notebooks, celulares e tablets já têm esse “kit”.

Além da total adaptação ao trabalho em casa e do aumento de produtividade neste período, o Judiciário catarinense dá atenção especial às atividades que refletem diretamente no campo econômico, como a expedição de alvarás. Só no mês de março, por exemplo, isso implicou uma injeção de R$ 261 milhões na economia do Estado. Desde o início da crise, o Judiciário de Santa Catarina já contribuiu com R$ 13,2 milhões para a Secretaria da Saúde e para diversos municípios, o segundo maior montante entre os tribunais estaduais. Todo esse dinheiro está sendo usado, de maneira integral, na contenção da pandemia. “Os momentos de crise”, afirma o presidente do Poder Judiciário de Santa Catarina, desembargador Ricardo Roesler, “dão a possibilidade para que cada um, na sua tarefa, no seu trabalho e a seu modo, mostre seu valor e faça a diferença”.

Fonte: TJSC

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Inteligência artificial e Jurimetria: como a tecnologia influencia no Direito?

Inteligência artificial e Jurimetria: como a tecnologia influencia no Direito?

O fim do software jurídico no Brasil, por Vinícius Marques

O fim do software jurídico no Brasil, por Vinícius Marques

Assessorando negócios com startups

Assessorando negócios com startups

Metaverso será a próxima onda das ODRs? Uma disrupção sem fronteiras

Metaverso será a próxima onda das ODRs? Uma disrupção sem fronteiras

Decreto 11.129/22 e o programa de integridade nas empresas – o que muda?

Decreto 11.129/22 e o programa de integridade nas empresas - o que muda?

Quais são as habilidades do advogado do futuro?

Quais são as habilidades do advogado do futuro?

UNIÃO ESTÁVEL NO METAVERSO?

UNIÃO ESTÁVEL NO METAVERSO?

Como se darão as conexões no Metaverso (Em suas mais variadas searas)  

Como se darão as conexões no Metaverso (Em suas mais variadas searas)  

EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.