Pesquisar
Close this search box.

Testemunhas nas Audiências de Instrução por Videoconferência, como está sendo feita essa produção e prova na prática.

Publicado em
Imagem: Ez-Doc
Imagem: Ez-Doc

Por Ez-Doc

Antes de adentramos no assunto, é preciso reiterar que a prova oral é tão relevante quanto qualquer outra prova e precisa ser produzida com o devido rigor constitucional e legal. Outro aspecto importante é que as Audiências por Videoconferência a algum tempo já estão sendo utilizadas nos tribunais, tanto para audiências de conciliação quanto para Audiências de Instrução.

Em relação ao resultado útil do processo e a possibilidade de burlar a prova, é possível sim em Audiências de Instrução por Videoconferência a testemunha não está condizendo com a verdade como presencialmente, afinal ela pode estar lendo um roteiro ao olhar para a câmera ou até  mesmo acompanhar o depoimento de outra testemunha por outro dispositivo enquanto espera a sua vez de prestar depoimento. Outro problema é que maioria das webcans não conseguem capturar para saber se a testemunha está lendo ou não um script pronto, fazendo com que o juiz apenas confie que ela esteja olhando para a tela na audiência em seu depoimento. Outro erro que pode ocorrer são os técnicos, imagine por exemplo em uma audiência presencial a testemunha não saiba responder a pergunta, o juiz logo irá questiona-la e colocar que ela não sabe ou pular para a próxima, nas audiências virtuais a testemunha pode simular um problema técnico com a internet e procurar a resposta nesse meio tempo, sendo muito difícil do juiz em saber se o problema técnico realmente ocorreu ou se a testemunha está tentando burlar o depoimento. Portanto, para que o ato seja sem vícios, a indicação é a testemunha realizar seu depoimento dentro do fórum, em sala com estrutura para o ato, não em casa ou no escritório do advogado.

Portanto a regra de acordo com o CPC é que as testemunhas que serão ouvidas deverão comparecer no fórum, diferentemente dos advogados que poderão realizar o ato de outra localidade, ou seja, a audiência ocorrerá de forma híbrida. Esse tipo de audiência faz com que a testemunha não veja o depoimento da outra testemunha, ou seja, consegue-se ter controle sobre esse depoimento, garantindo a incomunicabilidade da testemunha. Sendo assim, as testemunhas deverão comparecer no fórum onde estiver indicado no processo, ou na própria cidade ou na cidade mais próxima de sua residência, conforme intimação do juiz no processo.

Caso tenha acordo entre os advogados da parte autora e a parte ré no processo é possível que a testemunha seja ouvida por videoconferência, esse acordo é feito extrajudicialmente e juntado ao processo para homologação do juiz, isso faz com que nenhuma das partes pode alegar nulidade do processo no futuro.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
artigo obs

Ausência da parte Autora e do Preposto nas Audiências Judiciais Cíveis e Juizados Especiais. Quais as diferenças e quais as consequências?

Imagem: Pixabay

Advogados contra a Tecnologia: as máquinas irão substituir os advogados?

interface-3614766_1280

Desenvolvimento responsável da IA com a nova norma ISO/IEC 42001.

laptop-5673901_1280

DJe ou Painel de Intimações? Como acompanhar as intimações e não perder prazos!

Blockchain e Direito Desvendando os Desafios da Tokenização, por Isabela Santos.

 Blockchain e Direito: Desvendando os Desafios da Tokenização

laptop-2558400_1280

Empreender na mediação: inovação e oportunidades em comemoração a semana global do empreendedorismo  lei nº 14.135/2021

opportunity-7958383_1280

Você precisa de 5 palavras para tornar seu perfil no LinkedIn mais atrativo

Tokenização da Propriedade Intelectual

Tokenização da propriedade intelectual: a gestão da inovação na blockchain

EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.