#AB2LNAMÍDIA Em fintechs e insurtechs você Já ouviu falar. Mas, e nas legaltechs?

Publicado em
justica25970161280

Para se ter uma ideia, já existe no Brasil uma associação de empresas voltadas à utilização dessas novas tecnologias para a otimização dos serviços jurídicos em geral

 

O tema do momento no mercado jurídico é a utilização da chamada “Inteligência Artificial” que segundo alguns, substituirá os advogados no futuro. Não acredito inteiramente nisso, mas tenho a absoluta certeza que as novas tecnologias trarão uma nova perspectiva para o exercício da profissão do Direito.

Em termos de tecnologia, temos a tendência de olhar para “fora” e achar que estamos sempre atrasados e na rabeira de uma fila de outros países mais desenvolvidos que o Brasil.

Por termos números estrondosamente maiores de processos que na maioria dos países desenvolvidos, nos tornamos um celeiro excelente para o desenvolvimento de sistemas com a utilização de algoritmos dos mais variados tipos que irão ajudar de maneira importante a eficiência de nossa justiça.

Para se ter uma ideia, já existe no Brasil uma associação de empresas voltadas à utilização dessas novas tecnologias para a otimização dos serviços jurídicos em geral. A AB2L foi criada no meio do ano de 2017, já conta com mais de 60 empresas participantes e esse número tem aumentado com uma velocidade parecida àquela que aparecem os cogumelos numa floresta úmida de um dia para outro!

Como disse, já existem dezenas de empresas “tupiniquins” desenvolvendo sistemas que auxiliam o mercado em:

Analytics e Jurimetria – Análise e compilação de dados para auxiliar nas decisões e nas predições processuais.

Automação e Gestão de Documentos – Automação de documentos jurídicos e gestão do ciclo de vida de contratos e processos, agilizando a produção e análise de documentos.

Conteúdo Jurídico e Consultoria – Portais de informação, legislação, notícias, serviços de segurança da informação facilitando acesso ao “bigdata”.

Extração e monitoramento de dados públicos – Monitoramento e gestão de informaçõespúblicas como publicações, andamentos processuais, legislação e documentos cartorários.

Gestão de Escritórios e Departamentos Jurídicos – Soluções de gestão de informações e produção de dashboards financeiros e processuais.

Redes de Profissionais – Redes de conexão entre profissionais do direito no Brasil.

Resolução de conflitos online – Empresas dedicadas à resolução online de conflitos por formas alternativas ao processo judicial como mediação, arbitragem e negociação de acordos.

Blockchain – utilização desta tecnologia para garantia de sigilo em todas as vertentes.

A busca por performance e competitividade passa obrigatoriamente por se repensar totalmente o modelo de gestão tradicional e a adoção dessas tecnologias para a disputa e posicionamento no mercado não é uma opção é sobrevivência!

A ajuda externa e experiente em gestão pode ajudar muito na orientação dos líderes e na adoção dessas tecnologias para o seu negócio.

 

Por José Paulo Graciotti

Fonte: http://cio.com.br/opiniao/2017/12/05/em-fintechs-e-insurtechs-voce-ja-ouviu-falar-mas-e-nas-legaltechs/

 

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Human Hands Thumbs Up Thumbs Down Sign Concept

O que é ODR - e quais as 7 vantagens que farão você (ou seu cliente) optar por ela

14cfba59-94f6-4724-9c7e-6828caadc8a2

Advogado, qual é o seu maior medo? - Abertura do AB2L Lawtech Experience 2022

businessman hand stop dominoes continuous toppled or risk with c

Uma alternativa para a resolução de conflitos

Correcting interface

Marketing jurídico: o que é e como fazer

Entrepreneur using digital tablet

Você está pronto para o mercado 4.0?

African American bank manager and a couple signing a contract in

Legal Ops: O que são e porque investir nesse setor?

Business people using internet

Afinal, o que é Web 3.0 e qual sua relação com o Metalaw?

News-LEX

Inteligência artificial e Jurimetria: como a tecnologia influencia no Direito?

EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.