Pesquisar
Close this search box.

A Transformação Digital e sua Influência na Relação entre Clientes e Advogados

Publicado em
robot-g5a944ca02_1280

A transformação digital é uma realidade que tem impactado diversos setores, e o campo do Direito não é exceção. Com a evolução da tecnologia, a relação entre clientes e advogados está passando por mudanças significativas e advogados não podem fechar os olhos para como a transformação digital está alterando a forma como os serviços jurídicos são prestados, analisando tanto os pontos positivos quanto os desafios que essa transformação traz e quais são as novas competências que devem ser desenvolvidas.

Acesso a informações e serviços jurídicos

Uma das principais mudanças se refere ao acesso facilitado a informações jurídicas. Antigamente, os clientes dependiam quase exclusivamente dos advogados para obter respostas e orientações legais. Hoje em dia, a internet oferece uma ampla gama de recursos jurídicos, como artigos, fóruns e bases de dados, que permitem aos clientes obterem informações preliminares e entenderem melhor suas necessidades jurídicas. No entanto, o excesso de informações e a natureza do Direito, que está em constante evolução, podem gerar problemas, entre eles o risco da percepção errada de autossuficiência.

Embora o acesso a informações jurídicas seja benéfico, a autossuficiência do cliente pode ser muito prejudicial. A interpretação incorreta das leis e regulamentações pode levar a decisões inadequadas ou ações legais equivocadas. É fundamental que os advogados continuem a desempenhar um papel essencial na orientação dos clientes, fornecendo análises jurídicas especializadas e aconselhamento personalizado. Mas como contrapor o cliente que chega ao escritório cheio de informações? Com muita habilidade, escuta ativa e acolhimento – soft skills essenciais para essa nova era jurídica.

Outro ponto de risco é o imediatismo de nossa sociedade hoje. A informação é transmitida de maneira rápida e concisa e muitas vezes o cliente quer uma resposta direta, que nem sempre o advogado a tem – porque no Direito nem tudo é “preto no branco”, mas uma série de tons de cinza. É importante desenvolver competências como assertividade, comunicação clara e direta para prender a atenção do cliente e dar-lhe a informação da maneira que espera.

Eficiência e agilidade na prestação de serviços

A transformação digital tem impulsionado a automação de tarefas repetitivas e burocráticas, permitindo que os advogados se concentrem em questões jurídicas mais complexas e estratégicas. Ferramentas como inteligência artificial, gerenciamento de documentos eletrônicos e plataformas de colaboração online agilizam processos, reduzem erros e aumentam a eficiência na prestação de serviços jurídicos.

Embora a eficiência seja um benefício claro da transformação digital, é importante lembrar que a advocacia é uma profissão centrada nas pessoas. A relação de confiança entre advogado e cliente é construída com base na empatia, compreensão e comunicação eficaz. A digitalização não deve substituir o toque humano, mas sim complementar o trabalho do advogado, permitindo que ele dedique mais tempo e atenção aos aspectos emocionais e estratégicos dos casos. Sendo assim, a tecnologia é uma aliada para dar mais tempo para o advogado cuidar do cliente e do caso, se dedicando cada vez mais à satisfação dos serviços prestados.

Acesso a serviços jurídicos remotos

A transformação digital possibilitou a expansão dos serviços jurídicos remotos. Advogados e clientes podem se comunicar por meio de videoconferências, assinar documentos eletronicamente e acessar processos e informações de qualquer lugar do mundo. Essa flexibilidade é especialmente benéfica para clientes com restrições de tempo ou geográficas, permitindo que eles acessem serviços jurídicos de qualidade, independentemente de sua localização. Além disso, dá a oportunidade para o Advogado em atender a uma clientela maior, já que a proximidade geográfica não é um limitador. No entanto, cuidados devem ser tomados.

O avanço tecnológico também traz preocupações com relação à segurança e privacidade dos dados. A transferência e o armazenamento de informações sensíveis requerem medidas de segurança robustas para proteger os clientes e seus dados de possíveis violações. Advogados e escritórios de advocacia devem adotar protocolos de segurança adequados e estar atualizados com as regulamentações de proteção de dados, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil.

Sendo assim, o Advogado precisa assumir o papel de protagonista na adoção de ferramentas tecnológicas para estar alinhado com as mudanças que a sociedade espera dele. Estar informado sobre evoluções tecnológicas e usar a tecnologia no dia-a-dia não é mais um diferencial e sim um requisito para ter sucesso hoje e no futuro.

Em resumo, a transformação digital está mudando a relação entre clientes e advogados de várias maneiras. O acesso a informações jurídicas, a eficiência na prestação de serviços e a possibilidade de serviços remotos são benefícios claros dessa transformação. No entanto, é necessário equilibrar a autossuficiência do cliente com a importância do aconselhamento especializado do advogado, garantindo que a humanização e a empatia não sejam perdidas.

A transformação digital tem o potencial de trazer benefícios significativos para a relação entre clientes e advogados. Aproveitar as oportunidades oferecidas pela tecnologia, ao mesmo tempo em que se mantém o foco nas necessidades individuais dos clientes, é fundamental para garantir uma abordagem equilibrada e eficaz na prestação de serviços jurídicos no mundo digital.

Juliana Barbiero é CEO e fundadora da Lexly Brasil, braço da Legaltech Sueca Lexly, plataforma de soluções jurídicas para aproximar e facilitar a democratização do acesso ao direito com o intuito de promover a cidadania. Mais de 25 anos de experiência profissional desenvolvida em grandes empresas como Samsung, Nokia, Intuit e Just-Eat nas áreas de Marketing, Vendo. Além disso, ela também é co-criadora da pesquisa “Clientes e Advogados: expectativas vs. realidade”, realizada em parceria com a AB2L.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Imagem: Pixabay

Inovação na Tomada de Decisão

Imagem: Pixabay

O Impacto do DJE na Modernização do Sistema Judiciário Brasileiro

computer-4484282_1280

Uso de sistemas low/no code para gerenciamento de rotinas jurídicas

Imagem: Pixabay

Evolução da criatividade - da teoria para a prática

artigo obs

Ausência da parte Autora e do Preposto nas Audiências Judiciais Cíveis e Juizados Especiais. Quais as diferenças e quais as consequências?

Imagem: Pixabay

Advogados contra a Tecnologia: as máquinas irão substituir os advogados?

interface-3614766_1280

Desenvolvimento responsável da IA com a nova norma ISO/IEC 42001.

laptop-5673901_1280

DJe ou Painel de Intimações? Como acompanhar as intimações e não perder prazos!

EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.