Pesquisar
Close this search box.

Volks e Nvidia se unem para criar inteligência artificial para automóveis

Publicado em
carro

Recentemente conversei com um executivo do setor de telefonia e, durante o papo, ele me falou que as redes 5G permitiram uma conexão permanente com automóveis. Segundo o executivo, carros e cidades formarão uma estrutura de comunicação em que o automóvel saberá quando estiver se aproximando de um semáforo e se está aberto ou fechado. Tudo pela transferência de dados. E se o carro passar por um buraco será capaz de registrar a anomalia e informar para um grande banco de dados, que alertará os demais veículos e também as autoridades municipais para que o reparo seja feito.

Esse papo, que parece ficção, está a um passo da realidade (pelo menos no Japão, Coreia do Sul e Europa) e uma mostra de que o negócio é sério já foi conferida na Consumer Electronics Show (CES 2018), que aconteceu esta semana em Las Vegas. A principal feira de tecnologia do mundo há muito tem compartilhado seu espaço com televisores, telefones, câmeras e automóveis, onde fabricantes apostam em soluções de tecnologia para tornar o automóvel mais seguro e limpo.

A Volkswagen anunciou uma parceria com a Nvidia, gigante dos processadores gráficos, para o desenvolvimento de uma inteligência artificial para os automóveis da marca. De acordo com a VW, o I.D. Buzz (aquela Kombi futurista) contará com inteligência artificial a bordo.

Consciência
E a razão é simples. Tal como a evolução da eletrônica embarcada, em que um conjunto de computadores que interagem entre si substituíram sistemas elétricos para executar funções que vão desde a abertura dos vidros e ajuste dos retrovisores à ativação de sistemas de segurança e gerenciamento do comportamento dinâmico, a Inteligência Artificial surge como uma maneira de organizar uma série de tecnologias embarcadas.

Telemetria, sistemas de prevenção de acidentes, condução autônoma e demais recursos que já estão presentes nos automóveis. O que falta é um HAL 9000 (aquele computador consciente de “2001: Uma Odisséia no Espaço”) para gerenciar e interpretar todas as funcionalidades.

“A condução autônoma, a mobilidade com emissão zero e a interconexão digital em rede são virtualmente impossíveis sem avanços na IA e no Aprendizado Profundo. A combinação da imaginação da Volkswagen com a da NVIDIA, empresa líder em tecnologia de IA, nos permitirá dar um grande passo para o futuro”, observa, o CEO da Volkswagen, Dr. Herbert Diess

Aprendizado
Segundo a VW, o sistema de IA contará com uma série de sensores internos e externos que servirão para coletar informações que servirão de aprendizado para a Inteligência Artificial do automóvel. Segundo a fabricante, esse “conhecimento” permitirá que o automóvel tome decisões em diferentes circunstâncias de tráfego. “Dentro de poucos anos, todos os novos veículos deverão ter assistentes de IA para reconhecimento de voz, gestos e facial, assim como para realidade aumentada”, afirma o fundador e presidente da Nvidia, Jensen Huang.

Kombosa elétrica
O I.D. Buzz faz parte do projeto I.D. da Volks que quer implementar uma família de automóveis elétricos e com condução autônoma entre 2020 e 2025. O utilitário já teve algumas unidades construídas, ainda em caráter experimental.

Já pensou se a “Kombosa” inteligente aprende como se ganha a vida como perueiro clandestino?

 

 

Por Marcelo Ramos

Fonte: http://hojeemdia.com.br/primeiro-plano/volks-e-nvidia-se-unem-para-criar-intelig%C3%AAncia-artificial-para-autom%C3%B3veis-1.588884

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
web-summit

Web Summit Rio: a força do empreendedorismo e da tecnologia

O Web Summit Rio nos mostrou que a ativação de grandes eventos como esse trouxe também benefícios intangíveis para nos estimular na capacidade de perceber novamente a partir do acesso àquilo que não conhecíamos e, com isso, o país só tem a ganhar
1_ticiano-36284834

Ticiano Gadêlha: Entre a lei e a inovação

A Lei Complementar nº 182, de 2021, conhecida como Marco Legal das Startups, é um exemplo de como o país busca fomentar o ecossistema de inovação, oferecendo um ambiente regulatório mais flexível e adaptado às peculiaridades dessas empresas
201021flavia11

B3 desenvolve plataforma para transações secundárias de startups

Infraestrutura será vendida em modelo white label para companhias de crowdfunding
tatiana coutinho

Ambientes Jurídicos mais Inclusivos: Uma Reflexão sobre Diversidade e Inclusão no Direito

Tatiana Coutinho, Associada à AB2L, recebe destaque no artigo "Ambientes Jurídicos mais Inclusivos: Uma Reflexão sobre Diversidade e Inclusão no Direito", do site Ela Jurista!
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.