Pesquisar
Close this search box.

UNICEF Quer Financiar Startups de Blockchain

Publicado em
UNICEF-Quer-Financiar-Startups-de-Blockchain-1-696x449

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) procura investir em startups de blockchain com potencial para ajudar as crianças em todo o mundo.

Em um anúncio hoje, o programa da ONU. disse que está oferecendo investimentos de US$ 50,000 a 90,000 para startups em fase embrionária para desenvolver soluções em blockchain públicas para áreas incluindo contratos inteligentes, tokens, mineração e análise de dados.

A anúncio adiciona:

“Estamos interessados ​​em empresas que usam a tecnologia blockchain em novos e inovadores caminhos que são escaláveis ​​e aplicáveis ​​globalmente”.

A iniciativa, liderada pelo Fundo de Inovação da UNICEF, é um movimento de risco sem fins lucrativos no apoio à aplicação da tecnologia blockchain para causas humanitárias.

Além de fornecer financiamento, o Fundo de Inovação está oferecendo assistência técnica da equipe UNICEF Ventures para projetos selecionados, para ajudar a validar e melhorar suas soluções. As startups também se beneficiarão das plataformas de compartilhamento de dados do UNICEF Ventures, bem como mentores para ajudar a melhorar seu modelo e estratégia de negócios.

 

 

Por Victor Sá

Fonte: https://portaldobitcoin.com/unicef-quer-financiar-startups-de-blockchain/

 

 

 

 

 

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
web-summit

Web Summit Rio: a força do empreendedorismo e da tecnologia

O Web Summit Rio nos mostrou que a ativação de grandes eventos como esse trouxe também benefícios intangíveis para nos estimular na capacidade de perceber novamente a partir do acesso àquilo que não conhecíamos e, com isso, o país só tem a ganhar
1_ticiano-36284834

Ticiano Gadêlha: Entre a lei e a inovação

A Lei Complementar nº 182, de 2021, conhecida como Marco Legal das Startups, é um exemplo de como o país busca fomentar o ecossistema de inovação, oferecendo um ambiente regulatório mais flexível e adaptado às peculiaridades dessas empresas
201021flavia11

B3 desenvolve plataforma para transações secundárias de startups

Infraestrutura será vendida em modelo white label para companhias de crowdfunding
tatiana coutinho

Ambientes Jurídicos mais Inclusivos: Uma Reflexão sobre Diversidade e Inclusão no Direito

Tatiana Coutinho, Associada à AB2L, recebe destaque no artigo "Ambientes Jurídicos mais Inclusivos: Uma Reflexão sobre Diversidade e Inclusão no Direito", do site Ela Jurista!
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.