Tailândia usará blockchain para coletar impostos sobre bens de forma mais eficiente

Publicado em
excise-department-tailandia-impostos

Departamento de Impostos Especiais da Tailândia planeja usar a tecnologia blockchain na implementação de um novo sistema que coleta impostos de forma eficiente em vez de aumentá-los, segundo artigo do Bangkok Post.

O Departamento de Impostos Especiais (do inglês “Excise Department”), parte do Ministério das Finanças do país, é responsável pela coleta de impostos sobre a venda de produtos e bens fabricados e vendidos.

Segundo o artigo, a meta fiscal para 2021 é de aproximadamente 530 bilhões de bahts tailandeses.

O departamento utilizará a tecnologia blockchain para ajudar a identificar o preço, a taxa de importação e a responsabilidade fiscal de cada produto importado, de acordo com Lavaron Sangsnit, diretor-geral do Departamento.

A ideia é que a tecnologia blockchain dificulte a evasão fiscal porque o Departamento de Impostos Especiais, além do Departamento da Receita e do Departamento da Alfândega, terão a mesma base de dados para realizar as auditorias fiscais, acrescentou ele.

O Departamento de Impostos Especiais começou a planejar essa implementação no ano passado, a fim de criar um sistema baseado blockchain para avaliar as declarações fiscais sobre exportações de petróleo, que totalizam ⅔ da receita total coletada pelo departamento.

Fonte: Money Times

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
35288247962-b1ecf8d9b7-c

Solução de captura técnica de provas digitais da Verifact é utilizada pelo TSE e MPF

Tecnologia de coleta e preservação de provas digitais desenvolvida pela empresa Verifact, associada a AB2L, foi usada pelo Ministério Público Federal e Tribunal Superior Eleitoral nas últimas eleições
_113967234_hi031081850

Em resposta ao ChatGPT, Google planeja lançar 20 projetos de inteligência artificial em 2023

A empresa queria ir devagar, mas a ameaça externa da OpenAI acelerou o planos
Captura de tela 2023-01-27 094937

Cinco tendências de tech e ESG apresentadas em Davos

Diversidade e inclusão foram alguns dos principais destaques do relatório sobre o cenário atual do mercado global de tecnologia, lançado durante o Fórum Econômico Mundial
Captura de tela 2023-01-27 094517

“Não há falta de dinheiro para startups”, diz cofundador da Liga Ventures

Guilherme Massa explica que os desafios têm relação com um tempo maior de decisão dos investidores baseado no momento econômico e na busca por retorno
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.