Startup brasileira vence competição de inteligência artificial do Google

Publicado em
ronaldo-tenorio1-ceo
Acessibilidade: empresa de inteligência artificial promove inclusão no meio digital (Hand Talk/Divulgação)

São Paulo – Nesta terça-feira (7), o Google anunciou os 20 vencedores do Desafio Google de Impacto IA, incluindo uma startup brasileira. A competição, que contou com participantes de 119 países, promovia o uso de inteligência artificial como forma de enfrentar situações da vida real e cotidiano. As organizações apresentaram projetos destinados a áreas como conservação ambiental, saúde e educação.

Para alavancar os seus projetos, os 20 vencedores dividirão 25 milhões de dólares em forma de auxílio monetário, crédito e consultoria pelo Google Cloud – serviço de nuvem desenvolvido pelo Google para armazenar projetos -, ajuda de especialistas em inteligência artificial da empresa e um programa de aceleração personalizado, Launchpad do Google Developers, além de outros benefícios.

Dentre os projetos escolhidos, dois são da América Latina: Brasil e Colômbiareceberam destaque por suas iniciativas tecnológicas. Representando o Brasil, a empresa Hand Talk promove a acessibilidade no meio digital ao desenvolver um Tradutor de Sites virtual para deficientes auditivos. Do total financeiro disponibilizado entre os vencedores, a iniciativa brasileira recebeu 750 mil dólares, cerca de 3 milhões de reais.

A ferramenta, que possui um código script para ser introduzido em qualquer website, possui um serviço de assinatura e seu destino é, principalmente, empresarial. Assim que o serviço é instalado, o usuário do site conta com a ajuda de Hugo, boneco virtual 3D que realiza a tradução dos textos e vídeos para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Além do tradutor de sites, a Hand Talk também criou um aplicativo para smartphones que traduz automaticamente texto e áudio para Libras, além de contar com uma seção educativa onde o personagem Hugo ensina, por meio de vídeos, a linguagem de sinais. O aplicativo está disponível para download na Apple Store e no Google Play e é gratuito em ambas as plataformas.

O publicitário Ronaldo Tenório, um dos fundadores da empresa ao lado de Thadeu Luz e Carlos Wanderlan disse, em entrevista a EXAME, que a ideia de unir acessibilidade com inteligência artificial surgiu da grande demanda do serviço: “A gente criou um personagem 3D e, para que ele ficasse mais inteligente a cada dia para fazer as traduções, a gente precisava que ele tivesse uma inteligência. São milhões de traduções todos os dias e precisamos usá-las a nosso favor para melhorar a qualidade.”

Sendo a principal referência no mercado para os Estados Unidos e Brasil, a startup consegue ter um impacto social de grande escala. Além disso, seu serviço é reconhecido pela ONU. Após realizar a compra de sua principal concorrente – a empresa de tradução ProDeaf -, a HandTalk conta com clientes como o banco Bradesco e a instituição de ensino Insper.

Após receberem um investimento de 2,5 milhões de reais, o principal foco da empresa foram as vendas e a melhoria da tecnologia utilizada nos produtos. “A gente tem que pensar mais globalmente, de forma escalável, e causar impacto para crescer rápido”, disse Tenório, completando que a parceria da empresa com o Google já é antiga. Ela se iniciou em 2016 após o lançamento do Launchpad Accelerator para startups do Brasil, Índia e Indonésia.

Até o momento, apenas 2% dos sites brasileiros são acessíveis para deficientes auditivos. No entanto, o CEO da startup afirma que as respostas sobre os produtos já são muitas e positivas. “O feedback vem de todos os lados. Um familiar ouvinte que tem um familiar surdo e que tinha essa barreira de comunicação já não tem mais. Muitos ouvintes aprendem os primeiros sinais de libras nos aplicativos.”

Fonte: EXAME

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
BGC

Streamers gamers apostam em um novo nicho: eventos proprietários

Brasil movimentará US$ 2,7 bi em negócios relacionados a games em 2022
carreira_profissoesdofuturo_24022021_Marko-Geber_GettyImages-3-768x512

No pain, no gain: tentativa e erro devem fazer parte da cultura das empresas da era digital

Atualmente as empresas procuram desencadear transformações digitais e se beneficiar de infraestruturas escaláveis e ágeis
acordo-online-negociacao-aperto-maos

Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Daniel Marques, diretor executivo da AB2L fala para a Conjur
jus-gif-2

PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

O Jusbrasil assinou uma nova parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no intuito de ampliar as ações relacionadas ao cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 16
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.