Pesquisar
Close this search box.

Por que o TikTok vem se tornando uma rede de buscas?

Plataforma chinesa ultrapassou o Google em volume de acessos e já tem a preferência dos adultos também em notícias
Publicado em
tech-tiktok-navegador-21set22-GettyImages-768x512
Imagem: Reprodução

Por Forbes

O TikTok vem deixando de ser apenas uma rede de vídeos para tornar-se um grande hub de busca e informação. Uma pesquisa recente da PewResearch Center mostra que, de todos os usuários adultos nos Estados Unidos, um terço diz receber notícias pela plataforma. O equivalente a 10% dos adultos americanos. Recentemente, o TikTok também tornou-se o preferido no quesito buscas para a Geração Z. De acordo com o próprio Google, quase 40% dessa geração prefere pesquisar no TikTok e Instagram em vez de Google Search e Maps. No ano passado, a plataforma fechou com 655,9 milhões de usuários e a estimativa é de que ela já tenha mais de 1 bilhão de pessoas com acesso.

Em dezembro do ano passado, o app da ByteDance assumiu a liderança dentre os sites mais visitados de 2021, de acordo com a empresa de segurança e performance na internet Cloudflare. Com isso, o Google, predominante entre os mais vistos nos últimos anos perdeu sua posição que, desde o surgimento do ranking sempre foi de liderança. No ano de 2020, o TikTok ficou em sétimo lugar e o único chinês entre os dez primeiros. Ainda de acordo com a Cloudflare, os picos de acessos foram durante o Dia de Ação de Graças, comemorado em 25 de novembro nos Estados Unidos.

De acordo com as pesquisas, o TikTok começa a ganhar força em buscas pelo elemento comunidade e também pela característica nativa como entrega conteúdo. Muitos dos jovens que afirmaram utilizar o app como forma de busca destacaram o fato de que eles já estão na plataforma, logo não faz sentido sair do TikTok para pesquisar no Google. Restaurantes, baladas e até serviços já são elementos importantes que aparecem no interesse dos usuários.

Enquanto isso, segue a disputa em vídeos

Quando o assunto é vídeo, a disputa entre Instagram e TikTok segue acirrada. A constatação é da pesquisa “Por trás da trend: quem está fazendo o short vídeo acontecer no Brasil”, desenvolvida pela Youpix e Nice House. O segmento de vídeos curtos é, atualmente, um dos mais relevantes responsáveis pela geração de receitas com publicidade dos criadores de conteúdo.

Para os profissionais de marketing, a rede social da Meta lidera em atratividade sendo a preferida de 84,7%. Em segundo lugar está o TikTok, com 11,1% de preferência pelas marcas. Kwai está em terceiro com 3,5% e Youtube Shorts com 0,6%. As marcas consultadas pela pesquisa afirmam que, em 2022, pretendem completar entre 5 e 15 campanhas envolvendo o formato e as respectivas redes.

Já na escolha dos criadores de conteúdo está o TikTok, com 56,7% da preferência. Para este grupo, o Instagram está em segundo com 36,6%. Kwai mantém 3,5% e YouTube Shorts 3,1%. A pesquisa se propõe a mapear o cenário do uso de vídeos curtos no Brasil tendo em vista o aumento da demanda e o foco das plataformas neste formato. No total, fora ouvidas mais de 397 pessoas sendo 172 marcas e 225 criadores.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
SITE

INFORME AB2L 2024

#03 02/24 Podcast AB2L Talks no Spotify Para expandir o acesso aos nossos conteúdos, o podcast AB2L Talks
Ganhadoras do prêmio "BestSisters in Law", realizado pelo grupo BlackSisters in Law (Imagem: Análise Editorial/Acervo Pessoal).

BlackSisters in Law realiza premiação em São Paulo

Com a participação da Análise Editorial, o evento premiou 18 mulheres negras em distintas áreas do direito
Imagem: Folha de São Paulo.

Escândalos e competição acirrada turbinam metamorfose de marcas

Escritórios e agências surfam na onda recente do reposicionamento de empresas
caroline vasconcellos 2024

EMPREENDEDORISMO: DE ARTESÃ A FOUNDER & CEO DE UMA LEGALTECH

Publicação original, Caroline M. A. Vasconcellos Nasci com a veia empreendedora. Recordo-me que entre os 07 e 11
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.