População do Chile deve relatar ganhos com criptomoedas à Receita Federal

Publicado em
Fans of Chile
A group of fans of Chile cheer for their team

Os contribuintes chilenos devem relatar seus lucros com criptomoedas ao Serviço de Receitas Internas do Chile (SII), órgão equivalente à Receita Federal no Brasil, informou o jornal local Diario Bitcoin, recentemente.

O SII decretou em 2018 que as moedas digitais não estavam sujeitas ao Imposto sobre Valor Agregado (IVA), mas ainda deviam ser consideradas no cálculo do imposto de renda anual, pois elas enquadram-se na definição de ativos intangíveis.

Devido à essa consideração, o formulário de imposto de renda dedicado 22 incluirá, segundo relatos, pela primeira vez, uma seção especial dedicada a “outras receitas próprias e / ou de terceiros de empresas que declaram sua receita efetiva e não a declaram integralmente, atribuído…”

O Diario Bitcoin relata que, embora não seja explicitamente declarado no formulário, uma declaração do SII divulgada no final de 2018 observou que os contribuintes devem relatar sua renda adquirida com a venda de moedas estrangeiras e criptomoedas na seção acima mencionada.

Como a Cointelegraph informou no início deste mês, o tribunal anti-monopólio chileno novamente concedeu proteção às exchanges locais de criptomoedas, forçando os bancos a manterem suas contas abertas.

 

Por Amanda Bastiani

Fonte: https://www.criptomoedasfacil.com/populacao-do-chile-deve-relatar-ganhos-com-criptomoedas-a-receita-federal/

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
BGC

Streamers gamers apostam em um novo nicho: eventos proprietários

Brasil movimentará US$ 2,7 bi em negócios relacionados a games em 2022
carreira_profissoesdofuturo_24022021_Marko-Geber_GettyImages-3-768x512

No pain, no gain: tentativa e erro devem fazer parte da cultura das empresas da era digital

Atualmente as empresas procuram desencadear transformações digitais e se beneficiar de infraestruturas escaláveis e ágeis
acordo-online-negociacao-aperto-maos

Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Daniel Marques, diretor executivo da AB2L fala para a Conjur
jus-gif-2

PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

O Jusbrasil assinou uma nova parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no intuito de ampliar as ações relacionadas ao cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 16
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.