“Os CEOs precisam olhar para o blockchain como um todo, não dá mais para passar isso para o CTO”

Publicado em
“Os CEOs precisam olhar para o blockchain como um todo, não dá mais para passar isso para o CTO”

Os executivos não têm mais a desculpa de não atuarem no setor de tecnologia de suas empresas para não entenderem os conceitos e oportunidades criadas pelo blockchain. “Essa é a tecnologia que vai permear todas as próximas inovações, é por onde o valor vai ser transmitido pela internet”, defende Carl Amorim, executivo do Blockchain Research Institute (BRI) no Brasil. O instituto, de origem canadense, tem como objetivo desenvolver conhecimento, tecnologia e negócios em torno do blockchain.

A tecnologia, em que vários dados e informações são encadeadas e verificadas por uma rede distribuída, vai afetar as empresas como um todo, desde a estratégia, marketing, tecnologia, recursos humanos, supply chain até o jurídico. “O executivo estratégico (CEO) tem que ver isso como um todo, não dá mais para passar tudo para o CTO (diretor de tecnologia)”, diz Amorim. Segundo os estudos do BRI, o blockchain vai afetar a indústria, varejo, manufatura, tecnologia, saúde, mídia, governo e energia, além dos serviços financeiros. Este último foi o primeiro setor a ser afetado de forma importante pelo blockchain e pelos ativos digitais.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Área jurídica busca reduzir defasagem no meio virtual

Área jurídica busca reduzir defasagem no meio virtual

Profissionais passam por uma reciclagem para atender às novas demandas
Mais de 30% dos fundadores de startups brasileiras já empreenderam

Mais de 30% dos fundadores de startups brasileiras já empreenderam

Levantamento realizado pela Distrito e a Maya Capital também constatou que 66,8% dos empreendedores já estavam inseridos no ecossistema.
‘Estar na lista das 100 Startups to Watch ajudou a Incentiv.me a captar R$ 10 milhões’

‘Estar na lista das 100 Startups to Watch ajudou a Incentiv.me a captar R$ 10 milhões’

Cofundadora da startup, que é associada AB2L, diz que visibilidade tem sido fundamental para o crescimento da empresa. A edição deste ano está com inscrições abertas.
O poder da animação 3D na área jurídica

O poder da animação 3D na área jurídica

Impulsionado nos dois últimos anos no Brasil, o uso de animação 3D na área jurídica pode oferecer alternativas para solucionar pontos problemáticos na comunicação com juízes e jurados
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.