Pesquisar
Close this search box.

O que é o ESG e por que você precisa se preocupar com isso

As buscas pelo termo ESG cresceram 150% no último ano, segundo um levantamento do Google Trends solicitado pela revista Valor. Esse assunto ganhou relevância por se tratar de questões ambientais, sociais e de governança corporativa num contexto em que todos buscam a sustentabilidade
Publicado em
people-holding-the-earth-in-their-hands

Antes de tudo: de onde veio o conceito? 

Em 2004, uma publicação do Pacto Global em parceria com o Banco Mundial, chamada Who Cares Wins levantou uma importante questão: como integrar a responsabilidade ambiental, os fatores sociais e a governança? Dessa pergunta, surgiu um conceito que busca medir o impacto das ações de sustentabilidade no resultado das empresas.

Antes disso, nos anos 1970, começaram a surgir os primeiros investimentos guiados por crenças e pela moral, como o estilo de vida e as religiões, o que iniciou o senso de preocupação com questões sociais inclusive na gestão de empresas. 

Só em 2007, porém, surgiram títulos com o objetivo de captar recursos para melhorar questões ambientais, os green bons, os quais levaram a um caminho para o ESG. 

E o que são ESG, afinal? 

A sigla “ESG” vem do inglês Environmental (Ambiental, E), Social (Social, S) e Governance (Governança, G) e se traduz em padrões e boas práticas para avaliar se as empresas gerenciam os próprios investimentos de forma adequada, sustentável e socialmente consciente. 

No geral, essa classificação nos permite descobrir se uma empresa é sustentável e um bom destino para investimentos sustentáveis e que realmente possam gerar um benefício social, e é claro que isso entrega benefícios para as empresas e departamentos jurídicos. 

Isso se faz por meio de três pilares: 

  • Ambiental

Inclui critérios como a gestão de resíduos; a política da empresa para os desmatamentos; a busca por energia vinda de fontes renováveis; a forma que a empresa se posiciona em relação às mudanças climáticas etc. 

  • Social

Analisa como a empresa cuida do bem-estar dos colaboradores por meio de taxas como turnover, envolvimento dos funcionários, salários e planos de carreira e previdência. 

  • Governança

O último aspecto estuda a forma que a empresa é administrada, a responsabilidade dos gestores e diretores, principalmente quanto à viabilidade e à transparência.

Quais são os benefícios disso? 

Com capitais maiores, as empresas têm cada vez mais responsabilidades sociais e ambientais, então investir nisso para mostrar aos investidores e à população que a empresa segue os padrões ESG, além de gerar impacto positivo na sociedade, reduz os riscos para a empresa e melhora o relacionamento dela com com clientes, fornecedores e a comunidade em si. 

Isso faz com que a empresa internalize conceitos que, anteriormente, eram desvinculados da gestão e das empresas em si, o que atrai: 

  • Redução de custos, por serem mais eficientes; 
  • Melhor reputação da empresa; 
  • Fidelização de clientes, que consomem por identidade de princípios com a empresa;  
  • Segurança para o investidor, justamente pelo melhor gerenciamento; 
  • Linhas de crédito especiais em muitas instituições financeiras; 
  • Entre outros. 

Por aí, a sua empresa já implementa a ESG?

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
SITE

INFORME AB2L

#22 07/24 Mais de 20 Associados da AB2L São Destaques no Leaders League Alliance Summit: Law & Innovation
Imagem: Leaders League Alliance Summit

Mantenedores da AB2L, Machado Meyer e Tozzini Freire, junto a associados, são Destaques no Leaders League Alliance Summit: Law & Innovation

O Leaders League Alliance Summit: Law & Innovation, evento que une o melhor do mundo corporativo, jurídico e
AB2L ESQUENTA PORTUGAL 25_06_24 59

AB2L em Expansão Global: Encontro Histórico em Portugal

No dia 25 de junho de 2024, representou um marco significativo para a Associação Brasileira de Lawtechs e
II Congresso AB2LEX de Direito e Novas Tecnologias, AB2L LAWTECH EXPERIENCE

AB2L Lawtech Experience 2024: Lançamento do Padrão de Interoperabilidade de Dados Jurídicos e Inovações Tecnológicas no Setor Jurídico

Publicação Original, Jornal Diário do Comércio MG. A Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L) realizará, no próximo dia 30,
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.