Looplex transforma a produção de documentos jurídicos

Publicado em
ar

A lawtech permite que sejam realizados com mais rapidez e produtividade, facilitando o cotidiano dos advogados.


As Lawtechs vêm transformando o ambiente jurídico. As empresas de tecnologia no mercado jurídico otimizam o trabalho dos advogados, automatizando os serviços que são burocráticos e não fazem parte do cotidiano do direito. Com isso em mente, a Looplex foi fundada para diminuir o esforço dos juristas.

A empresa tem como lema produzir mais, com maior qualidade e com menor custo. Automação inteligente de documentos jurídicos: isso é a Looplex. A plataforma permite que advogados escolham modelos pré-definidos de processos, responda as perguntas necessárias (como os dados do cliente) e a Looplex gera o documento, poupando tempo. O profissional paga de acordo com a quantidade de documentos gerados.

A automação através da plataforma da Looplex permite que seja registrada a hora em que está sendo utilizada, a quantidade de documentos e as condições em que se está produzindo, mostrando o quanto de revisão e edição é necessária – otimizando o processo de escrita em comparação se o documento fosse feito no word, por exemplo.

Por ser multiplataforma, a Looplex pode ser acessada por computador, tablet ou celular, diminuindo a complexidade dos documentos jurídicos e tornando-os acessíveis na palma da mão, em qualquer lugar. A inteligência artificial simplifica o Direito e traz a flexibilidade aos advogados.

O CMO da empresa, Henrique Saraiva, afirma que os principais diferenciais desta lawtech são “agilidade, qualidade, consistência e métricas de produtividade que não eram claramente possíveis de serem medidas no formato antigo”.

Saraiva ainda afirma que nos escritórios que possuem o sistema, houve reduções no tempo de produção de 80 a 95%, comparado ao tempo em que advogados realizam manualmente. Além disso, ressalta que a Looplex se propõe a “automatizar a produção do conteúdo jurídico para acelerar a velocidade que o advogado produz edições, memorandos, contratos ou qualquer outro tipo de documento jurídico no contexto da advocacia”.

O principal desafio que as lawtechs enfrentam hoje é a mudança de cultura nos escritórios e dos profissionais – mas elas estão vencendo. “A barreira é o não-entendimento que a tecnologia veio para ajudar e tirar o advogado do trabalho repetitivo, burocrático, desnecessário, para fazer o seu melhor: advogar. (…) A tecnologia potencializa a mente e a capacidade de produzir do advogado”, diz Saraiva.

“Advogado não vai ser substituído por um robô, por tecnologia. Eu não vejo isso acontecer, pelo menos não nas próximas décadas”, afirma o CMO à respeito dos mitos que cercam as lawtechs. Ele ainda acredita que as tecnologias jurídicas estão sendo criadas para auxiliar o advogado e acabar com o trabalhos repetitivos, que não são propriamente jurídicos.

O ecossistema está recebendo investimentos e benefícios, o que é positivo. Mas Saraiva não deixa de ressaltar o lado negativo, que é o fato de a associação às vezes não conseguir abordar os interesses de todos os associados da B2L (Business for Lawyers) .

O mercado de lawtech ganhou grandes proporções nos últimos anos. Se você tem uma startup e está diante deste setor, certamente não pode deixar a oportunidade passar batida e participar do Lawtech Conference. Clique aqui para saber mais.


Por: Elena Costa – Elena Costa é repórter do StartSe.

Fonte: https://conteudo.startse.com.br/startups/elena/looplex-transforma-producao-de-documentos-juridicos/

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
BGC

Streamers gamers apostam em um novo nicho: eventos proprietários

Brasil movimentará US$ 2,7 bi em negócios relacionados a games em 2022
carreira_profissoesdofuturo_24022021_Marko-Geber_GettyImages-3-768x512

No pain, no gain: tentativa e erro devem fazer parte da cultura das empresas da era digital

Atualmente as empresas procuram desencadear transformações digitais e se beneficiar de infraestruturas escaláveis e ágeis
acordo-online-negociacao-aperto-maos

Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Daniel Marques, diretor executivo da AB2L fala para a Conjur
jus-gif-2

PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

O Jusbrasil assinou uma nova parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no intuito de ampliar as ações relacionadas ao cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 16
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.