Live discute novo marco legal das startups

Publicado em
Live discute novo marco legal das startups
Imagem: Divulgação HerMoney

O novo Marco Legal das Startups e do Empreendedorismo foi sancionado no começo de junho. O texto legislativo conceituou “startup” da seguinte forma: “são consideradas startups as organizações empresariais ou societárias com atuação na inovação aplicada a modelo de negócios ou a produtos e serviços ofertados”.

E aí vamos às regras inerentes que asseguram limites tangíveis para o devido enquadramento, a exemplo da receita bruta anual que admite limite máximo de R$ 16 milhões e até dez anos de inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ).

Um ponto que merece destaque na nova lei, diz respeito quanto à possibilidade de programas de ambiente regulatório experimental, o chamado sandbox regulatório. Nesse caso órgãos ou agências com competência de regulação setorial, isoladamente ou em conjunto, podem afastar normas de sua competência para que empresas inovadoras experimentem modelos de negócios inovadores e testem técnicas e tecnologias, com acompanhamento do regulador.

Essas questões que farão diferença no dia a dia desse novo tipo de negócio que traz inovação para o mundo real, serão alvo do nosso bate papo hoje às 17:30 e para isso receberemos Bia Furtado, sócia do HerMoney e Ticiano Gadêlha que é advogado especialista em Direito da Propriedade Intelectual (PUC/RJ) e mestrando em Propriedade Intelectual, Inovação e Desenvolvimento.

Confira transmissão nos links abaixo:

Youtube O POVO ONLINE https://bit.ly/YTOPOVO

Facebook O POVO ONLINE https://www.facebook.com/OPOVOOnline/

Texto original de Hamilton Nogueira, publicado pelo O Povo Online

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
BGC

Streamers gamers apostam em um novo nicho: eventos proprietários

Brasil movimentará US$ 2,7 bi em negócios relacionados a games em 2022
carreira_profissoesdofuturo_24022021_Marko-Geber_GettyImages-3-768x512

No pain, no gain: tentativa e erro devem fazer parte da cultura das empresas da era digital

Atualmente as empresas procuram desencadear transformações digitais e se beneficiar de infraestruturas escaláveis e ágeis
acordo-online-negociacao-aperto-maos

Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Daniel Marques, diretor executivo da AB2L fala para a Conjur
jus-gif-2

PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

O Jusbrasil assinou uma nova parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no intuito de ampliar as ações relacionadas ao cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 16
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.