Legaltechs latino-americanas apostam em escritórios de advocacia e departamentos jurídicos

Publicado em
Mapa América Latina

Recente relatório revelou que as legaltechs latino-americanas estão apostando em escritórios de advocacia e departamentos jurídicos como destinatários de suas soluções tecnológicas. Conforme o documento, intitulado Latin American Legal Tech Report 2020, os profissionais da advocacia são o público-alvo principal das startups jurídicas.

O relatório contou com respostas dos seguintes países: Brasil, Colômbia, Equador, Argentina, Chile, Peru, Uruguai, Bolívia, México, El Salvador, Guatemala e Panamá. Em solo brasileiro, o levantamento teve o apoio da Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L) e a participação de 89 lawtechs, das quais 59 tiveram suas respostas incluídas no report.

O mercado de tecnologia jurídica da América Latina

Como já demonstrei em textos anteriores publicados neste site, o mercado de tecnologia jurídica vem crescendo ao redor do mundo. O mesmo se verifica no Latin American Legal Tech Report 2020. O gráfico a seguir revela que a quantidade de lawtechs fundadas na América Latina aumentou nos últimos anos, sobretudo a partir de 2015:

legaltechs 01
Clique para mais zoom

As apostas das legaltechs latino-americanas

Conforme o report, a maioria das lawtechs está desenvolvendo soluções tecnológicas para atender demandas de escritórios de advocacia (58%) e departamentos jurídicos (56%). O foco segue, então, para pequenas e médias empresas (47%), mercado consumidor (12%), acesso à justiça (9%), organização sem fins lucrativos (4%) e tribunais (2%):

Clique para mais zoom

report constatou ainda que a maioria dos fundadores de legaltechs vieram do setor jurídico. Aliás, 79% dos respondentes relataram ter trabalhado em escritórios, departamentos jurídicos ou empresas que oferecem serviços ao mercado jurídico. A experiência e as redes de contato foram utilizadas para mitigar riscos e construir produtos melhores.

Íntegra do relatório

O Latin American Legal Tech Report 2020 reúne dezenas de dados sobre o mercado latino-americano de tecnologia jurídico. Clique AQUI para saber mais sobre o relatório.

Fonte: Bernardo de Azevedo e Souza

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
BGC

Streamers gamers apostam em um novo nicho: eventos proprietários

Brasil movimentará US$ 2,7 bi em negócios relacionados a games em 2022
carreira_profissoesdofuturo_24022021_Marko-Geber_GettyImages-3-768x512

No pain, no gain: tentativa e erro devem fazer parte da cultura das empresas da era digital

Atualmente as empresas procuram desencadear transformações digitais e se beneficiar de infraestruturas escaláveis e ágeis
acordo-online-negociacao-aperto-maos

Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Daniel Marques, diretor executivo da AB2L fala para a Conjur
jus-gif-2

PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

O Jusbrasil assinou uma nova parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no intuito de ampliar as ações relacionadas ao cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 16
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.