Legaltechs latino-americanas apostam em escritórios de advocacia e departamentos jurídicos

Publicado em
Legaltechs latino-americanas apostam em escritórios de advocacia e departamentos jurídicos

Recente relatório revelou que as legaltechs latino-americanas estão apostando em escritórios de advocacia e departamentos jurídicos como destinatários de suas soluções tecnológicas. Conforme o documento, intitulado Latin American Legal Tech Report 2020, os profissionais da advocacia são o público-alvo principal das startups jurídicas.

O relatório contou com respostas dos seguintes países: Brasil, Colômbia, Equador, Argentina, Chile, Peru, Uruguai, Bolívia, México, El Salvador, Guatemala e Panamá. Em solo brasileiro, o levantamento teve o apoio da Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L) e a participação de 89 lawtechs, das quais 59 tiveram suas respostas incluídas no report.

O mercado de tecnologia jurídica da América Latina

Como já demonstrei em textos anteriores publicados neste site, o mercado de tecnologia jurídica vem crescendo ao redor do mundo. O mesmo se verifica no Latin American Legal Tech Report 2020. O gráfico a seguir revela que a quantidade de lawtechs fundadas na América Latina aumentou nos últimos anos, sobretudo a partir de 2015:

legaltechs 01
Clique para mais zoom

As apostas das legaltechs latino-americanas

Conforme o report, a maioria das lawtechs está desenvolvendo soluções tecnológicas para atender demandas de escritórios de advocacia (58%) e departamentos jurídicos (56%). O foco segue, então, para pequenas e médias empresas (47%), mercado consumidor (12%), acesso à justiça (9%), organização sem fins lucrativos (4%) e tribunais (2%):

Clique para mais zoom

report constatou ainda que a maioria dos fundadores de legaltechs vieram do setor jurídico. Aliás, 79% dos respondentes relataram ter trabalhado em escritórios, departamentos jurídicos ou empresas que oferecem serviços ao mercado jurídico. A experiência e as redes de contato foram utilizadas para mitigar riscos e construir produtos melhores.

Íntegra do relatório

O Latin American Legal Tech Report 2020 reúne dezenas de dados sobre o mercado latino-americano de tecnologia jurídico. Clique AQUI para saber mais sobre o relatório.

Fonte: Bernardo de Azevedo e Souza

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Mais de 30% dos fundadores de startups brasileiras já empreenderam

Mais de 30% dos fundadores de startups brasileiras já empreenderam

Levantamento realizado pela Distrito e a Maya Capital também constatou que 66,8% dos empreendedores já estavam inseridos no ecossistema.
‘Estar na lista das 100 Startups to Watch ajudou a Incentiv.me a captar R$ 10 milhões’

‘Estar na lista das 100 Startups to Watch ajudou a Incentiv.me a captar R$ 10 milhões’

Cofundadora da startup, que é associada AB2L, diz que visibilidade tem sido fundamental para o crescimento da empresa. A edição deste ano está com inscrições abertas.
O poder da animação 3D na área jurídica

O poder da animação 3D na área jurídica

Impulsionado nos dois últimos anos no Brasil, o uso de animação 3D na área jurídica pode oferecer alternativas para solucionar pontos problemáticos na comunicação com juízes e jurados
Elon Musk no Brasil: quanto custa e como usar a internet da Starlink

Elon Musk no Brasil: quanto custa e como usar a internet da Starlink

No Brasil, além da Amazônia, a cobertura do serviço envolve parte de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, além de algumas áreas de Minas Gerais
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.