Pesquisar
Close this search box.

LawTech tem taxa de êxito em acordos de 84% – contra 12% da Justiça normal

Publicado em
sucesso-702x336

Acordo Fechado usa um modelo eficaz para solução de conflitos baseados no conceito de ODR

Segundo a publicação “Justiça em Números 2017”, do Conselho Nacional de Justiça, para cada 100 processos judiciais julgados em 2016 (com sentença ou decisão terminativa), 12 conflitos foram resolvidos. Isso significa que houve acordo em 12% dos processos levados à Justiça. Ainda de acordo com a publicação, quanto maior a informalidade da instância, a disputa tem mais chances de ser resolvida por meio de acordo.

Nos Juizados Especiais Cíveis, em que a presença de um advogado não é exigida nas causas de até 20 salários mínimos, 16% das divergências terminaram na chamada via da conciliação. Além disso, o percentual cai para 13,6% quando o processo chega ao primeiro grau e, na segunda instância, os resultados são ainda menores, alcançando a marca de 0,4%.

Diante dos dados, a conclusão é clara: a maior parte dos Tribunais de Justiça ainda não utilizam, em potencial, um modelo eficaz para solução de conflitos baseados no conceito de ODR (em inglês Online Dispute Resolution). Por outro lado, as startups estão se destacando na efetividade em solucionar tais processos de forma muito mais rápida e com menor custo, trazendo vantagens para todas as partes envolvidas. Startups inseridas no movimento da AB2L e do LawTech Conference, que você não pode perder.

Falaremos hoje sobre a Acordo Fechado (confira seu perfil no StartSe), lawtech focada em solução online de conflitos por métodos colaborativos. Seus números demonstram como a utilização do modelo ODR traz resultados expressivos e efetivos. A startup, em apenas um ano de vida, já contribuiu efetivamente em mais de 50 mil processos e em algumas empresas, o percentual de êxito dos acordos chegou aos 84%! Volte e leia os números do início dessa matéria. Olha o impacto que esse player está promovendo.

Para as empresas, o método de solução ODR ajuda na diminuição na carteira de processos; no valor do tíquete médio e contingência, consequência do aumento do número de acordos; possibilita o rápido recebimento de honorários pelos patronos; e, por fim, otimização de tempo e recursos.

O modelo, se incentivado pelos Tribunais de Justiça através de parcerias privadas ou iniciativa própria, poderá nos próximos anos potencializar ainda mais a redução de processos em andamento no Poder Judiciário. Assim, revela-se como peça chave dessa grande engrenagem na contribuição de uma sociedade mais justa, possibilitando o advento de uma nova cultura social voltada ao diálogo e aos métodos colaborativos de solução de conflito.

 

Por Lucas Bicudo

Fonte:https://conteudo.startse.com.br/startups/lucas-bicudo/lawtech-tem-taxa-de-exito-em-acordos-de-84-contra-12-da-justica-normal/

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
SITE

INFORME AB2L | 2024

#01 06/24 AB2L Marca Presença no Decênio da Hogan Lovells no Brasil Daniel Marques, Diretor Executivo da AB2L,
Lorena Lage e Robert Oliveira, sócios e cofundadores da L&O Advogados

L&O Advogados cresce 110% com preventivo jurídico no mercado de startups e inovação

Publicação Original, SEGS.com.br. Fundado por Lorena Lage e Robert Oliveira, escritório teve apenas duas ações judiciais em curso
Imagem

Especialista destaca a importância da tecnologia nas Operações Jurídicas na era digital

Allana Martins Vasconcelos Valsechi, Gerente de Operações Jurídicas e Analytics da Legal Insights, discute a evolução do setor e enfatiza a colaboração interdisciplinar e o planejamento estratégico.
SOS RS APP

SOS RS: Inovação e Solidariedade no Rio Grande do Sul

Em entrevista exclusiva para a CNN Brasil, o engenheiro Pedro Oliveira revelou como a plataforma SOS RS está
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.