Falha no AWS derruba Amazon, iFood, Disney, jogos da Riot e mais sites

Publicado em
earth-gf212f50f3_1920

Texto original de Renato Santino, publicado pelo Canal Tech

Boa parte da internet mundial apresentou falha nesta terça-feira (7). Uma falha na plataforma de computação em nuvem Amazon Web Services (AWS), a mais usada no mundo, levou vários serviços online a apresentarem instabilidade durante a tarde, incluindo iFood, Disney+, Amazon Prime Video, League of Legends, Valorant, entre tantos outros.

A página de suporte do AWS confirma a instabilidade em todas as regiões em que atua. A falha afeta especificamente o serviço AWS Management Console.

“Estamos passando por problemas de console e de API na região US-EAST-1. Identificamos a causa raiz e trabalhamos ativamente para a recuperação. O problema afeta a página de destino global, que também é hospedada no US-EAST-1”, diz o alerta da Amazon na página de status do AWS, publicado às 13h26 no horário de Brasília.

O Canaltech inicialmente havia reportado que os serviços da Disney haviam ficado indisponíveis, mas o problema foi mais profundo. Como consequência da instabilidade, serviços da própria Amazon tiveram instabilidade e mais uma leva de produtos que dependem do AWS passaram por dificuldades.

O site DownDetector mostra que não foram poucos os serviços afetados diretamente pela falha no AWS. iFood, League of Legends, Valorant e C6 Bank foram rapidamente ao topo de queixas da plataforma.

Até o momento, não há uma previsão para normalização do AWS e, consequentemente não há também uma estimativa de quando os serviços que dependem dele serem totalmente restabelecidos.

Servidores da riot games estão fora do ar
Os gamers também foram afetados pela falha no AWS. Mais especificamente, a falha afeta os jogadores dos títulos da Riot Games, que também dependem da plataforma da Amazon. Como resultado, os jogadores de League of Legends, Valorant e League of Legends: Wild Rift não conseguem realizar o login e acessar os jogos.

A página oficial de suporte da Riot no Twitter comenta com os jogadores que se queixam dos problemas que não há nenhuma estimativa de quando os jogos serão normalizados.

A empresa também informa o link da página de status da plataforma para os jogadores que se queixam nas redes sociais, para que possam acompanhar o progresso da correção. Até o momento, a página apenas admite estar ciente do erro no login e que trabalha para solucionar o problema.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
_113967234_hi031081850

Em resposta ao ChatGPT, Google planeja lançar 20 projetos de inteligência artificial em 2023

A empresa queria ir devagar, mas a ameaça externa da OpenAI acelerou o planos
Captura de tela 2023-01-27 094937

Cinco tendências de tech e ESG apresentadas em Davos

Diversidade e inclusão foram alguns dos principais destaques do relatório sobre o cenário atual do mercado global de tecnologia, lançado durante o Fórum Econômico Mundial
Captura de tela 2023-01-27 094517

“Não há falta de dinheiro para startups”, diz cofundador da Liga Ventures

Guilherme Massa explica que os desafios têm relação com um tempo maior de decisão dos investidores baseado no momento econômico e na busca por retorno
Face recognition AR hologram screen  smart technology

O chat GPT: o que o novo oráculo de delfos tem a dizer aos advogados?

O grande diferencial da ferramenta, como toda ferramenta tecnológica inovadora, será no modo como é utilizada para extrair os benefícios da mesma.
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.