Escritório investe em inteligência artificial para auxiliar em serviços jurídicos

Publicado em
aiescritorio

Celebrando 80 anos e conhecido pela adoção de tecnologias e procedimentos disruptores no mercado jurídico, o escritório Urbano Vitalino Advogados adotou o Watson, uma plataforma de computação cognitiva da IBM para negócios, tornando-se o primeiro empregar inteligência artificial na área jurídica no país.

Segundo a banca, a assistente virtual foi criada para auxiliar os profissionais e recebeu o nome de Carol. Ela está em processo de treinamento e, a princípio, irá ajudar os advogados do escritório na busca de informações e no cumprimento de tarefas repetitivas nas áreas de Direito do Consumidor e Trabalhista. O objetivo da adoção da tecnologia é ampliar a qualidade e a eficiência dos serviços prestados.

A tecnologia vai colaborar diretamente com os advogados para a busca de dados – alterações e novas leis, posicionamento de magistrados, precedentes, jurisprudências e decisões judiciais – e ampliará, por exemplo, a capacidade dos advogados na montagem das peças processuais com mais precisão e em menos tempo.

“Carol vai ampliar a capacidade de nossa equipe na arte da argumentação em defesa dos nossos clientes. Vamos automatizar algumas atividades que dispendem tempo e custos e direcionar a força de trabalho intelectual dos nossos advogados para atividades mais estratégicas, como preparar as ações, atender e orientar clientes, negociar e defendê-los no tribunal”, detalha Urbano Vitalino Neto, diretor-presidente do escritório.

O advogado conta que é impossível para um escritório que atua nacionalmente, como é o caso do Urbano Vitalino, conhecer exatamente como pensa cada magistrado, assim como tornar as peças processuais dirigidas e personalizadas como se fazia antigamente, quando o escritório começou a atuar no mercado do Direito Empresarial há 80 anos.

“Ao empregarmos sistemas de inteligência artificial para buscá-los, triá-los e analisá-los, podemos oferecer consultoria e serviços ainda mais qualificados do que fazemos hoje. Carol nos permitirá ser ainda mais eficientes com maior qualidade técnica e a um custo menor”, ressalta Urbano Neto.

Carol tem a capacidade de aprender com os feedbacks que recebe da equipe de advogados, com o arquivo histórico de peças e com todas as informações que estão armazenadas no Knox, sistema de gestão integrada do Urbano Vitalino Advogados, com a supervisão de humanos ou por análise estatística.

“Com o passar do tempo, ela vai se tornar cada vez mais um reflexo do que somos. Ela vai absorver o conhecimento gerado por grandes especialistas que estão ou que passaram pelo escritório, como o próprio Urbano Vitalino Filho, entre outros expoentes do Direito. Contaremos com um pouco de cada um no DNA intelectual da Carol”, declarou Urbano Vitalino Neto.

O escritório afirma que a previsão é que Carol, que já está operando, esteja com plena capacidade até o final de 2018, aumentando a competitividade do escritório no mercado jurídico brasileiro.

Por Migalhas

Fonte:http://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI271124,41046-Escritorio+investe+em+inteligencia+artificial+para+auxiliar+em

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
1B25AFB4-7BDA-44E8-BA6D-808BC552DEA8

Evento voltado para tecnologia e direito reúne especialistas em São Paulo, entre eles o advogado Ticiano Gadêlha

Por Penews Na próxima terça-feira (29) acontece em São Paulo o AB2L Lawtech Experience, um evento voltado para
edit-ab2l-daniel-marques-2

AB2L LawTech Experience aborda a nova realidade exponencial do Direito

Evento debaterá temas como Futuro dos Tribunais, Inteligência Artificial, Jurimetria, Gestão de Contratos, ESG, LGPD, Gestão Jurídica 4.0, Web3, Blockchain, NFTs, Smart Contracts, Metaverso, Metalaw, Alternative Legal Services Providers, Legal Operations e Marketing Jurídico
carreira-trabalho-escritorio

5 tendências que definirão o futuro do trabalho

O Forbes Future of Work Summit mostrou que as mudanças no mundo profissional tendem a se acelerar
people-holding-the-earth-in-their-hands

O que é o ESG e por que você precisa se preocupar com isso

As buscas pelo termo ESG cresceram 150% no último ano, segundo um levantamento do Google Trends solicitado pela revista Valor. Esse assunto ganhou relevância por se tratar de questões ambientais, sociais e de governança corporativa num contexto em que todos buscam a sustentabilidade
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.