Pesquisar
Close this search box.

Empresas brasileiras lideram o uso de IA generativa

Lawtechs associadas, como Sem Processo, Docket, INOV.AI, Preâmbulo Tech, Consult Expres Serviços, Deep Legal, TWT e Turivius, impulsionam inovação no setor jurídico com IA generativa
Publicado em
1_imagem_do_whatsapp_de_2024_03_05_a_s__13_32_15_9ef8f84c-235782
De acordo com a AB2L, o Brasil está liderando a corrida

Publicação original, Correio da Manhã.

Desde que a inteligência artificial se tornou mais acessível ao público em geral e seu uso se tornou cada vez mais frequente por meio de plataformas como o ChatGPT, OpenAI ou Google BARD, entre tantas outras, as discussões sobre o assunto têm dominado as redes sociais, as demandas políticas e a mente de empreendedores inovadores. Estes últimos conseguiram enxergar na novidade uma forma de adaptar o uso da IA em seus negócios.

Essa forma de utilizar esses recursos é chamada de IA generativa, que consiste em um treinamento para criar padrões específicos, direcionando a inteligência artificial para um objetivo pré-estabelecido.

De acordo com a Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L), o Brasil está liderando a corrida no uso de IA generativa.

Daniel Marques, presidente da AB2L, explica que no âmbito do Direito e da Justiça, a Inteligência Artificial Generativa tem o potencial de trazer inovações significativas, tornando esses setores mais eficientes, acessíveis e, em muitos casos, mais justos. E complementa: “A Inteligência Artificial não substituirá o advogado, eles serão substituídos pelos juristas que usam IA.”

O que poderia demorar semanas e concentrar vários profissionais, o serviço de análise de dados de documentos, tarefa primordial para a rotina dos advogados, está sendo acelerado pela inteligência artificial generativa e é um dos mais utilizados pelas empresas associadas à AB2L. A lawtech Sem Processo, por exemplo, utiliza a IA Spectter, que consiste em um assistente jurídico criado com a finalidade de analisar, consultar, resumir e criar documentos jurídicos variados, promovendo eficiência e agilidade na prática jurídica. A Docket e a INOV.AI também usam ferramentas que facilitam esse processo. A Preâmbulo Tech, por sua vez, possui o software CPJ-3C possui metodologia embarcada com fluxos essenciais que permitem ganhos significativos em produtividade e assertividade e foi eleito três vezes consecutivas como o mais utilizado do Brasil.

Já a lawtech Consult Expres Serviços aposta na solução chamada Jurireal, uma inteligência de estudo de dados jurídicos capaz de mapear e demonstrar ao interessado o verdadeiro estado de sua base processual. No mesmo sentido trabalha a IA da lawtech Deep Legal, capaz de fazer perguntas na carteira de processos, tornando as consultas e pesquisas muito mais assertivas. Também apostando na desburocratização do trabalho dos advogados, a TWT, consegue com sua IA classificar publicações, extrair dados de petições iniciais trabalhistas e de matrículas de imóveis, entre outros serviços.

Outra empresa que segue nessa mesma direção é a Turivius. Fundada nos laboratórios do MIT e da USP, a lawtech oferece uma plataforma de pesquisa jurisprudencial alimentada por inteligência artificial. A tecnologia opera com dois times de robôs: o primeiro captura milhões de decisões judiciais dos tribunais, e o outro utiliza IA generativa para encontrar padrões nas decisões dos juízes.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
web-summit

Web Summit Rio: a força do empreendedorismo e da tecnologia

O Web Summit Rio nos mostrou que a ativação de grandes eventos como esse trouxe também benefícios intangíveis para nos estimular na capacidade de perceber novamente a partir do acesso àquilo que não conhecíamos e, com isso, o país só tem a ganhar
1_ticiano-36284834

Ticiano Gadêlha: Entre a lei e a inovação

A Lei Complementar nº 182, de 2021, conhecida como Marco Legal das Startups, é um exemplo de como o país busca fomentar o ecossistema de inovação, oferecendo um ambiente regulatório mais flexível e adaptado às peculiaridades dessas empresas
201021flavia11

B3 desenvolve plataforma para transações secundárias de startups

Infraestrutura será vendida em modelo white label para companhias de crowdfunding
tatiana coutinho

Ambientes Jurídicos mais Inclusivos: Uma Reflexão sobre Diversidade e Inclusão no Direito

Tatiana Coutinho, Associada à AB2L, recebe destaque no artigo "Ambientes Jurídicos mais Inclusivos: Uma Reflexão sobre Diversidade e Inclusão no Direito", do site Ela Jurista!
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.