Pesquisar
Close this search box.

Elon Musk no Brasil: quanto custa e como usar a internet da Starlink

No Brasil, além da Amazônia, a cobertura do serviço envolve parte de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, além de algumas áreas de Minas Gerais
Publicado em
starlink_servico_outubro_00
Imagem: Reprodução/Starlink

Texto original de André Lopes, publicado pela Exame

Elon Musk está no Brasil para promover a sua empresa de internet via satélite Starlink. Junto de autoridades do governo e do próprio presidente Jair Bolsonaro, o bilionário anunciou a extensão da cobertura do sinal para a região norte do país, com foco em levar internet para áreas remotas e realizar o monitoramento da Amazônia.

Antes dessa data já era possível se conectar ao serviço. No entanto, há caminho longo, e de custo elevado, para que seja possível desfrutar da rede da Starlink.

Assim, se um brasileiro se interessar, ele precisará morar especificamente nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo ou Rio de Janeiro, além de algumas poucas áreas de Minas Gerais.

Segundo o site da Starlink, o interessado terá de pagar R$ 3.365 pela compra e envio do equipamento, fora os impostos. E a mensalidade pelo serviço será de R$ 530. Após receber a antena, será necessário fazer uma espécie de sintonia, similar ao procedimento feito em antenas parabólicas de TV e TV por assinatura via satélite.

Nesse caso, o usuário instala o equipamento, e o deixa por ao menos 30 minutos buscando o sinal entre o carrossel de 4 mil satélites da Starlink. Depois, se tudo correr bem, é estabelecida uma rede com velocidades entre 100MB e 500MB.

De todo modo, a rede Starlink tem como foco regiões que não são bem atendidas por serviços de telecomunicações tradicionais, a exemplo de áreas rurais ou afastadas de grandes centros urbanos. Então, nem todo brasileiro é um potencial cliente da Starlink.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Ganhadoras do prêmio "BestSisters in Law", realizado pelo grupo BlackSisters in Law (Imagem: Análise Editorial/Acervo Pessoal).

BlackSisters in Law realiza premiação em São Paulo

Com a participação da Análise Editorial, o evento premiou 18 mulheres negras em distintas áreas do direito
Imagem: Folha de São Paulo.

Escândalos e competição acirrada turbinam metamorfose de marcas

Escritórios e agências surfam na onda recente do reposicionamento de empresas
caroline vasconcellos 2024

EMPREENDEDORISMO: DE ARTESÃ A FOUNDER & CEO DE UMA LEGALTECH

Publicação original, Caroline M. A. Vasconcellos Nasci com a veia empreendedora. Recordo-me que entre os 07 e 11
lake-6641880_1280

E-XYON refloresta área em Rio Bonito para fortalecer compromisso com sustentabilidade e responsabilidade socioambiental

Publicação original, Agro Planning. A E-XYON, líder em soluções de gestão jurídica impulsionadas pela tecnologia, reafirma seu compromisso
EMPRESAS ALIADAS E MANTENEDORAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.