Como utilizar suas conexões para impulsionar o perfil no LinkedIn

Publicado em
LinkedIn Icon Line Connection of Circuit Board
Imagem: Freepik

Texto original de Mariellen Romero,  publicado por táLIGADO

Você sabia que a base de crescimento do LinkedIn, bem como de outras redes sociais, é fundamentada na teoria dos Six degrees of separation (Seis graus de separação)?

Eu vou explicar como funciona: esse estudo científico realizado na década de 60 defende que cada pessoa está à distância de, no máximo, 6 contatos de qualquer pessoa do mundo. Um estudo mais recente realizado pelo Facebook indica que apenas são precisos, em média, 3,5 laços de amizade para alguém conseguir conectar-se com qualquer pessoa do mundo, o que demonstra que as redes sociais encurtam as ligações e aproximam as pessoas.

Uma rede de contatos de qualquer usuário do LinkedIn é composta por conexões de 1.º, 2.º e 3.º grau, cuja identificação aparece à frente do nome do usuário (exemplo: Karina Almeida • 1º).

Para explicar de forma sucinta, as conexões de 1º grau correspondem à amplitude de uma rede de contatos e resultam da aceitação de um convite de conexão. Já as de 2º grau são as conexões diretas das suas conexões de 1º grau e as conexões de 3.º grau são aquelas diretas das suas conexões de 2º grau. O mais legal do LinkedIn é a possibilidade de você conseguir manter contato com diferentes tipos de conexão, profissionais de diversas áreas e empresas, tornando possível encontrar boas oportunidades, divulgar seu trabalho e fazer networking.

Por isso, gerenciar a sua marca pessoal é cada vez mais importante em todas as etapas da sua carreira. Expandir a sua rede no LinkedIn é, antes de tudo, escolher a melhor forma de se posicionar.

Você pode se aprofundar mais no assunto assistindo ao vídeo abaixo:
Como utilizar as suas conexões para impulsionar o perfil no LinkedIn

MAS AFINAL, COMO TURBINAR SUA REDE DE CONTATOS NO LINKEDIN?

1) Estruture sua rede de conexões de 1º grau

Convide pessoas que você já conhece. Colegas de classe, colaboradores, ex-colaboradores, parceiros e clientes, assim, suas conexões de 2º e 3º grau aumentarão mecanicamente. A rede de contatos influencia o posicionamento do perfil na rede, ou seja, quanto mais contatos uma pessoa tiver, maior a frequência e destaque do perfil nos resultados de pesquisa. Mas lembre-se: isso não significa sair por aí adicionando pessoas desconhecidas. As conexões precisam ser reais de uma rede de afinidades, objetivos e valores compartilhados.

2) Acompanhe e interaja com profissionais e empresas que combinam com você

Acompanhe o que as outras pessoas estão publicando na plataforma. O ideal é interagir, curtindo e comentando os conteúdos. Dessa forma, você apresenta seu ponto de vista e ideias e pode aumentar seu círculo de contatos.

Aproveite ainda para participar das comunidades do LinkedIn de temas correlatos com sua área. É uma forma de ficar por dentro das tendências do seu nicho e também de fazer novas conexões.

3) Participe de grupos e explore o recurso das hashtags que você segue

O recurso de seguir hashtags vem sendo muito encorajado pela rede social e com ele você pode ver conteúdos de pessoas fora da sua rede que publicam sobre o tema da hashtag. Você pode seguir quantas hashtags quiser, mas acompanhar aquelas que tenham um conteúdo com relação direta sobre aquilo que você posta dá mais chance de conectar-se com pessoas do público desejado para sua rede de contatos. Participar de grupos do seu interesse ampliam oportunidades de networking e esses são ótimos espaços para ficar por dentro de tendências e inovações, conseguir bons insights para produzir conteúdo, além de render novas conexões importantes.

4) Produza conteúdo e deixe seu perfil sempre atualizado

Divulgue seu conteúdo, comente tópicos atuais, mostre o que você sabe. É importante deixar tudo atualizado sempre, quando você começa a criar várias conexões e ter presença na rede, as pessoas vão começar a entrar em seu perfil para ver quem é você e quais são seus projetos.

5) Personalização

O LinkedIn encoraja o networking sugerindo aos usuários o envio de mensagens à sua rede de contatos em diferentes circunstâncias, tais como, no envio de um convite de conexão, na comemoração de um aniversário ou no pedido de recomendação. Aconselho você a personalizar essas mensagens que são sugeridas pela plataforma, de forma a construir confiança, adicionar valor e motivar o diálogo e a partilha com a sua rede de contatos.

6) Recomendações

As recomendações recebidas de clientes, colegas de trabalho ou colaboradores são a prova e confirmação social das competências, ética do trabalho e conhecimentos de um usuário do LinkedIn. Elas contribuem para o aumento da credibilidade de uma marca pessoal, além de aumentar o nível de influência na rede social. Quanto mais positivas forem as recomendações, maior a probabilidade de o usuário conseguir impulsionar o perfil na rede.

7) Deixe um comentário com substância

A dica é fazer comentários interessantes e envolventes. O objetivo é manter a conversa em andamento. Uma ótima maneira de fazer isso é deixar uma pergunta no comentário. Existe alguma coisa que não foi entendida, gostaria de saber mais sobre o assunto do post, ou acha que poderia ser analisado por um ângulo diferente? Comente sobre o que outras pessoas já comentaram e mantenha um diálogo!

O QUE OS CASOS DE SUCESSO TÊM EM COMUM

Quanto mais eficaz for a gestão de marca pessoal, maior o sucesso e realização pessoal e profissional.

Aqueles que gerem a sua marca pessoal no LinkedIn demonstram que a rede social é uma ferramenta valiosa para a gestão de marca pessoal e de carreira on-line.

Os benefícios dessa gestão dependem de vários fatores, como por exemplo, a estratégia de marca pessoal definida, o tempo investido na rede e a intensidade de utilização das funcionalidades do LinkedIn.

É sempre importante destacar que ter um perfil no LinkedIn e visitar a conta regularmente não é suficiente para tornar uma marca pessoal relevante, atrativa e diferenciada.

Antes de criar uma estratégia de marca pessoal no LinkedIn o usuário deve estabelecer os objetivos a atingir com a rede, definir o público-alvo que lhe vai permitir concretizar esses objetivos e trabalhar a sua mensagem e estratégia direcionada para esse público.

Uma estratégia deve começar pelo:

preenchimento e otimização do perfil, uma vez que o perfil é o cartão de visita da plataforma.
depois, deve ser criada uma estratégia de networking que permita a construção de uma rede de contatos relevante, onde sejam estabelecidos relacionamentos e ligações com a mesma.
por fim, deve ser criado um plano de produção de conteúdos para que o utilizador obtenha mais visibilidade e notoriedade.
Estas três estratégias combinadas contribuem para melhorar o posicionamento da sua marca pessoal e obtém maior notoriedade dentro do seu setor, o que resulta em mais oportunidades de negócios que ajudam na gestão eficaz da sua marca pessoal e na progressão de carreira.

Isso porque quanto mais controle você tiver sobre sua rede, quanto mais homogênea e relacionado às suas autoridades, mais efetivos serão os resultados das suas postagens, pois será mais fácil determinar para quem você é relevante.

Mariellen Romero é sócia da agência digital de marketing jurídico táLIGADO Comunicação Conectada , secretária geral da Comissão Nacional de Marketing Jurídico – ABA , Professora da ESA – Escola Superior de Advocacia RJ , Mentora aqui na AB2L, consultora e assessora de LinkedIn para sócios de #escritorios de #advocacia e, todas as quinta feiras as 9hrs faz lives no linkedin da táLIGADO sobre estratégias de marketing realmente efetivas para atrair oportunidades de negócios.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
acordo-online-negociacao-aperto-maos

Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Daniel Marques, diretor executivo da AB2L fala para a Conjur
jus-gif-2

PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

O Jusbrasil assinou uma nova parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no intuito de ampliar as ações relacionadas ao cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 16
Man and wooden cubes on table. Management concept

Soft skills para advogados: descubra as 12 habilidades essenciais para crescer na advocacia

O que são soft skills, porque elas são importantes e quais são as principais para os advogados.
Captura de tela 2022-09-19 173216

Judicialização das relações de consumo: ruim para empresa e cliente

A judicialização tem custos sociais, financeiros e na credibilidade das empresas. A busca pelo consenso, principalmente através do bom atendimento, foi tema de painel no Conarec 2022
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.