China vai investir mais de US$ 2 bi em parque tecnológico para inteligência artificial

Publicado em
china2

Centro de pesquisa e desenvolvimento será instalado em Pequim; país asiático estabeleceu meta para se tornar líder global no segmento até 2025

A China vai investir cerca de US$ 2,12 bilhões em um novo parque de pesquisa e desenvolvimento em inteligência artificial. O centro será instalado em Pequim, segundo a agência oficial Xinhua, e o objetivo é colocar o país asiático na liderança do desenvolvimento desse tipo de tecnologia até 2025.

De acordo com a agência, o parque de inteligência artificial receberá 400 empresas e deve movimentar 50 bilhões de yuan ao ano. O projeto está sendo desenvolvido pelo Zhongguancun Development Group e terá parcerias com universidades.

O plano da China de acelerar seu desenvolvimento em inteligência artificial acontece em meio a tensão entre o país asiático e os Estados Unidos, que tentam criar novas tecnologias com fins militares.

A China espera que a indústria de inteligência artificial atinja 150 bilhões de yuan em 2020 e 400 bilhões de yuan em 2025, de acordo com o governo. Além do parque, o governo chinês já anunciou outras medidas para ampliar os talentos na área de inteligência artificial.

O interesse em inteligência artificial tem atraído empresas estrangeiras. No mês passado, o Google afirmou que terá uma equipe de pesquisa em inteligência artificial na China, apesar de o buscador continuar bloqueado no país asiático.

O novo parque tentará atrair empresas especializadas em análise de grandes conjuntos de dados, o chamado Big Data, aprendizado de máquina e computação em nuvem.

Além do parque, Pequim deve receber em breve uma área de testes para veículos autônomos, para permitir o desenvolvimento local de carros sem motorista.

Fonte https://revistapegn-globo-com

Por ESTADÃO CONTEÚDO

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
BGC

Streamers gamers apostam em um novo nicho: eventos proprietários

Brasil movimentará US$ 2,7 bi em negócios relacionados a games em 2022
carreira_profissoesdofuturo_24022021_Marko-Geber_GettyImages-3-768x512

No pain, no gain: tentativa e erro devem fazer parte da cultura das empresas da era digital

Atualmente as empresas procuram desencadear transformações digitais e se beneficiar de infraestruturas escaláveis e ágeis
acordo-online-negociacao-aperto-maos

Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Daniel Marques, diretor executivo da AB2L fala para a Conjur
jus-gif-2

PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

O Jusbrasil assinou uma nova parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no intuito de ampliar as ações relacionadas ao cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 16
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.