Centro de pesquisa brasileiro lança iniciativa educativa sobre blockchain

Publicado em
iniciativaeducativa

A Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI) é uma instituição localizada em Florianópolis, capital de Santa Catarina, focada em ciência, tecnologia e informação. Há quase 35 anos em atividade, recentemente, ela anunciou seu mais novo esforço, o Blockchain Explorer.

O CriptoFácil conversou com José Lacerda, estrategista em blockchain da CERTI, para entender melhor essa iniciativa e o que ela reserva para o ramo de blockchain.

Um esforço educacional

De acordo com José Lacerda, a CERTI já se relaciona com blockchain há aproximadamente quatro anos, quando a inovação foi identificada pelo setor de mapeamento de tecnologias emergentes da instituição.

“Antes da alta das criptomoedas, que chamou a atenção do mundo para a blockchain, nós já pesquisávamos sobre blockchain”, afirmou.

De acordo com ele, desde que a instituição começou a pesquisar sobre blockchain, demandas são recebidas de diversos setores da indústria – em grande parte do setor de energia.

Contudo, as empresas não sabem como pesquisar sobre blockchain, tampouco como aplicar esta tecnologia disruptiva. Foi neste cenário que a CERTI decidiu criar o Blockchain Explorer, que é uma iniciativa primariamente educativa. Lacerda detalha:

“Nós vamos até uma empresa e explicamos sobre a tecnologia. Então, estudamos se a blockchain se aplica ao modelo de negócios daquela empresa. Caso ela se aplique, nós realizamos um workshop mais detalhado sobre o ramo e, feito o processo educacional, nós criamos um protótipo que serve como prova de conceito, onde a empresa verá de forma tangível como funciona a blockchain.”

Segundo ele, as plataformas blockchain utilizadas para criar os protótipos variam de um caso a outro, embora o Ethereum seja utilizado com mais frequência por ser open source. Lacerda completa ainda que todo o processo tem duração de um mês.

O Blockchain Explorer é também a primeira solução da CERTI disponível às empresas.

“É a nossa solução classificada como ‘de prateleira’, uma vez que qualquer empresa interessada pode nos contatar e ter acesso.”

O esforço da CERTI, apesar de recente, tem o potencial de disseminar a tecnologia blockchain nas mais diferentes áreas empresariais – em especial o financeiro.

“Nós temos uma grande demanda do setor de energia, mas o setor financeiro recentemente tem recorrido bastante a nós. Estamos entrando nesse meio agora, mas ele parece bem promissor”, conta Lacerda.

O Brasil, além de diferentes casos de uso para aplicação de tecnologia blockchain, agora conta com um novo esforço educacional.


Fonte: CriptoFácil

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Captura de tela 2023-01-27 094937

Cinco tendências de tech e ESG apresentadas em Davos

Diversidade e inclusão foram alguns dos principais destaques do relatório sobre o cenário atual do mercado global de tecnologia, lançado durante o Fórum Econômico Mundial
Captura de tela 2023-01-27 094517

“Não há falta de dinheiro para startups”, diz cofundador da Liga Ventures

Guilherme Massa explica que os desafios têm relação com um tempo maior de decisão dos investidores baseado no momento econômico e na busca por retorno
Face recognition AR hologram screen  smart technology

O chat GPT: o que o novo oráculo de delfos tem a dizer aos advogados?

O grande diferencial da ferramenta, como toda ferramenta tecnológica inovadora, será no modo como é utilizada para extrair os benefícios da mesma.
3D Rendered Illustration of a Human Face Design.

IA x Homem: Advogado robô defenderá réu em julgamento real

Pela primeira vez na história uma inteligência artificial será usada em tribunal para defender um réu acusado de infringir leis de trânsito
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.