Cade quer adotar uso de IA para identificar formação de cartel

Publicado em

Autarquia já possui projeto em fase de testes para detectar possíveis fraudes nos preços de combustíveis

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) estuda formas de expandir o uso de tecnologias que utilizam inteligência artificial para o monitoramento de detecção de formações de cartel dentro do mercado.

O desejo da autarquia parte dos bons resultados alcançados dentro do projeto-piloto feito em parceria com a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) para analisar possíveis ajustes combinados de preços em postos de combustíveis.

Segundo Alexandre Barreto, presidente do Cade, a tecnologia utilizada no teste — chamada internamente de “Sistema Cérebro” — identifica as rotinas de preços praticadas nos postos existentes dentro de uma determinada área para, com isso, apontar casos nos quais os donos dos postos estejam combinando preços de forma a dar a impressão de que existe uma concorrência no mercado.

O uso da IA já deu resultados: alguns dos dados coletados pelo sistema foram utilizados para embasar a Operação Ponto de Encontro, que tinha como objetivo verificar se havia um cartel em licitações realizadas para a contratação de serviços terceirizados dentro de órgãos federais.

A ferramenta também vem ajudando a reunir dados para outras investigações realizadas pelo Cade e o Ministério Público, que ainda estão em sigilo.

Fonte: Computer World

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
BGC

Streamers gamers apostam em um novo nicho: eventos proprietários

Brasil movimentará US$ 2,7 bi em negócios relacionados a games em 2022
carreira_profissoesdofuturo_24022021_Marko-Geber_GettyImages-3-768x512

No pain, no gain: tentativa e erro devem fazer parte da cultura das empresas da era digital

Atualmente as empresas procuram desencadear transformações digitais e se beneficiar de infraestruturas escaláveis e ágeis
acordo-online-negociacao-aperto-maos

Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Daniel Marques, diretor executivo da AB2L fala para a Conjur
jus-gif-2

PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

O Jusbrasil assinou uma nova parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no intuito de ampliar as ações relacionadas ao cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 16
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.