Bill Gates aposta que em 3 anos as reuniões acontecerão no Metaverso

Publicado em
Bill Gates aposta que em 3 anos as reuniões acontecerão no Metaverso

Texto original de Diego Felix, publicado pela Isto é

Gênio por trás do sucesso da Microsoft, Bill Gates é um dos bilionários que depositam na tecnologia a saída para um mundo melhor. Empolgado com os avanços do “Metaverso”, que promete ser o próximo passo da socialização e do mundo dos negócios na internet, Gates acredita que em três anos as reuniões de trabalho acontecerão somente em ambientes digitais.

O cofundador da Microsoft apontou um pouco do que acredita que vá acontecer com o Metaverso no curto prazo. O longo artigo conta com episódios de Gates comentando sobre fatos que chamaram sua atenção no decorrer do ano, inclusive sua separação de Melinda Gates, após 27 anos de casamento.

“Nos próximos dois ou três anos, prevejo que a maioria das reuniões virtuais se moverá das imagens de câmeras 2D para o Metaverso, um espaço 3D com avatares digitais. O Facebook e a Microsoft recentemente revelaram suas visões para isso, o que deu à maioria das pessoas a primeira visão de como será”, avaliou ele no quarto capítulo do artigo.

Segundo ele, a adaptação do universo digital, com as pessoas usando óculos de realidade virtual e luvas de captura de movimentos, deverá proporcionar ao Metaverso uma forma de nova de se socializar em comunidade.

Até lá, no entanto, muitas pessoas ficarão de fora da novidade por não possuírem as ferramentas necessárias para participar do universo digital.

“A maioria das pessoas ainda não possui essas ferramentas, o que retardará um pouco a adoção do Metaverso. Uma das coisas que possibilitaram a rápida mudança para as videoconferências foi o fato de que muitas pessoas já tinham PCs ou telefones com câmeras”, apontou ele.

A Microsoft planeja lançar sua própria versão do Metaverso, em caráter provisório, já no ano que vem, utilizando a câmera das pessoas para animar um avatar.

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM
Advogados lançam os primeiros NFTs (Tokens não Fungíveis) do Direito

Advogados lançam os primeiros NFTs (Tokens não Fungíveis) do Direito

Turma do TST forma maioria reconhecendo vínculo empregatício entre Uber e motoristas

Turma do TST forma maioria reconhecendo vínculo empregatício entre Uber e motoristas

Acórdão do TJ-SP abre discussão sobre aplicação de indenizações pela LGPD

Acórdão do TJ-SP abre discussão sobre aplicação de indenizações pela LGPD

Burnout vira doença do trabalho em 2022. O que muda agora?

Burnout vira doença do trabalho em 2022. O que muda agora?

EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.