Advogados lançam os primeiros NFTs (Tokens não Fungíveis) do Direito

Publicado em
Advogados lançam os primeiros NFTs (Tokens não Fungíveis) do Direito

Texto original publicado pela Direito News

Grupo de Advogados que compõem o Empreendedores do Direito (@empreendedoresdodireito) lança primeira coleção de NFTs do Direito. Projeto tem como finalidade o desenvolvimento de soluções inovadoras dentro do mercado jurídico.

O Empreendedores do Direito, startup jurídica focada em educação, lançou nessa semana a primeira coleção de NFTs (tokens não fungíveis) da história do Direito brasileiro, tendo como tema principal a inovação dentro do setor jurídico.
Non Fungible Tokens são um mercado que movimentou US$21 bilhões só em 2021, sendo que esses Tokens não fungíveis espécie de criptoativo que vem ganhando bastante popularidade nos últimos meses, com valorizações que chegam, em vários casos, a milhares de vezes o valor pago na aquisição.

Assim como grande parte dos NFTs do mercado, a coleção lançada pelo Empreendedores do Direito trata-se de arte digital. Foram lançados, até o momento 5 NFTs diferentes que podem ser adquiridos na plataforma de compra e venda Opensea, sendo que eles podem ser comparados a obras de arte como quadros, só que nesse caso, são “obras digitais” que não podem ser simplesmente replicadas, pois o seu registro na tecnologia blockchain garante sua autenticidade.

Desta maneira, os 5 “quadros digitais” retratam 5 personagens fictícios, como o famoso “Doutor Dinossauro” um advogado antiquado e resistente a inovação, assim como o Doutor Vitalik Buterin, o programador russo fundador da famosa plataforma de blockchain Ethereum em sua versão jurídica.

Os advogados fundadores do Empreendedores do Direito, Guilherme Deps, Eduardo Barcelos, Rômulo Correa e Afonso Dalvi disseram ao Direito News que as novas tecnologias estão entrando vorazmente dentro do mercado jurídico e isso é uma oportunidade muito grande para inovação. Dentro desse contexto, visualizaram que não havia ainda sido criada arte digital dentro do universo jurídico, assim entenderam que seria uma realização importante criar a primeira coleção de NFTs da história desse mercado. Disseram ainda que a segunda coleção será lançada em aproximadamente 2 meses e que envolverá grandes profissionais e figuras do mundo jurídico.

COMPARTILHAR
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print
VEJA TAMBÉM
Bill Gates aposta que em 3 anos as reuniões acontecerão no Metaverso

Bill Gates aposta que em 3 anos as reuniões acontecerão no Metaverso

Turma do TST forma maioria reconhecendo vínculo empregatício entre Uber e motoristas

Turma do TST forma maioria reconhecendo vínculo empregatício entre Uber e motoristas

Acórdão do TJ-SP abre discussão sobre aplicação de indenizações pela LGPD

Acórdão do TJ-SP abre discussão sobre aplicação de indenizações pela LGPD

Burnout vira doença do trabalho em 2022. O que muda agora?

Burnout vira doença do trabalho em 2022. O que muda agora?

EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.