AB2L participa de evento do Mercado Livre

Publicado em
AB2L participa de evento do Mercado Livre

A AB2L esteve presente no terceiro ano do evento “Desafios Jurídicos na Era da Internet”, organizado pela Mercado Livre, empresa argentina de tecnologia que oferece soluções de comércio eletrônico para pessoas e empresas. O evento ocorreu no dia 07 de dezembro, em São Paulo.

O foco do painel foi a desjudicialização, que busca integrar de maneira célere e eficaz os meios alternativos aos tradicionais para garantir o acesso de todos a justiça. A união da tecnologia e direito para gerar uma justiça democrática.

Palestraram o Des. Cesar Cury, Des. Jose Carlos Ferreira Alves, Vitor Morais de Andrade, Stelleo Tolda e Ricardo Lagreca Siqueira. O evento contou com o apoio dos escritórios Chalfin, Goldberg, Vainboim & Fichtner Advogados Associados, Dannemann, Siemsen, Bigler & Ipanema Moreira, Oliveira Ramos Advogados, Martorelli Advogados e Gondim Albuquerque Negreiros ADV.

A participação no evento reflete a eficaz atuação do Comitê de escritórios e departamentos jurídicos da AB2L e sua atividade no mercado. Iniciativas que proporcionam captar novas ideias e estabelecer networkings.

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Plataformas de ODR agilizam conciliação online e facilitam acordos entre as partes

Daniel Marques, diretor executivo da AB2L fala para a Conjur
PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

PNUD e Jusbrasil assinam parceria para pesquisas sociais no Brasil

O Jusbrasil assinou uma nova parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no intuito de ampliar as ações relacionadas ao cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 16
Soft skills para advogados: descubra as 12 habilidades essenciais para crescer na advocacia

Soft skills para advogados: descubra as 12 habilidades essenciais para crescer na advocacia

O que são soft skills, porque elas são importantes e quais são as principais para os advogados.
Judicialização das relações de consumo: ruim para empresa e cliente

Judicialização das relações de consumo: ruim para empresa e cliente

A judicialização tem custos sociais, financeiros e na credibilidade das empresas. A busca pelo consenso, principalmente através do bom atendimento, foi tema de painel no Conarec 2022
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.