AB2L Law Disruption Week fomenta o debate sobre direito, tecnologia e inovação

Publicado em
AB2L Law Disruption Week fomenta o debate sobre direito, tecnologia e inovação

Considerado o maior evento 100% online e gratuito sobre direito, tecnologia e inovação jurídica, o AB2L Law Disruption Week, promovido em agosto, abordou temas atuais e deixou um legado para os profissionais da advocacia. Com um total de 11.970 participantes, mais de 100 mil visitantes, o Congresso abordou questões fundamentais para a discussão do futuro do Direito no Brasil e no Mundo. A programação tinha como intenção democratizar todo o conhecimento teórico e prático que está transformando o direito e a justiça, disponibilizando ferramentas que podem ser utilizadas pelos advogados diante da nova realidade exponencial. Foram 5 dias, 207 palestras, entre painéis, pichts, apresentação de 70 cases de sucesso, com a participação de 15 palestrantes internacionais, 590 mentorias, 10 trilhas de conhecimento e 80 estantes virtuais.

O propósito transformador massivo da AB2L é conectar todo o universo jurídico a nova realidade exponencial e colaborativa. A Associação tem como objetivos: educar o mercado; organizar e fomentar ecossistema de inovação jurídica; e criar um ambiente regulatório favorável às novas tecnologias. São três anos apoiando mais de mil eventos e cursos dentro e fora do Brasil, de 20 lawtechs e Legaltechs. Hoje a AB2L conta com mais de 500 associados entre Lawtechs e Legaltechs, Escritórios de Advocacia, Departamentos Jurídicos e Advogados autônomos.

Esse foi o primeiro congresso 100% organizado pela Associação. O AB2L Law Disruption Week contou ainda com diversos nomes internacionais que agregaram qualidade ao debate, entre eles: Roland Vogl e Joshua Walker (fundadores do CODEX em Stanford) , Eric Chin diretor da ALTA, Ugo Pagalo (Membro de comitês da União Europeia) e Mary O´Carrol do Google. E representantes de grandes departamentos jurídicos como Daniel Stade Ruy da Klabin, Paulo Silva do Mercado Livre, Vanessa Fortunato Zaccaria e Walner Júnior da Suzano, Felipe Fioratti Coffone da Whirlpool e Leandro Gonzales do Itaú.

“Organizar o evento da AB2L foi uma das experiências mais incríveis da minha vida. O futuro do direito é agora. Não temos que ter medo. Unimos toda a comunidade para ajudar os advogados a se conectarem com uma nova realidade exponencial, oferecendo todas as ferramentas teóricas e práticas para conseguir inovar. Por isso, decidimos continuar oferecendo todo o conteúdo pós evento para nossos associados. Tudo foi feito com carinho e amor. Seria impossível sem o time incrível de AB2L, ”, comentou o diretor executivo da Associação, Daniel Marques.

Patricia Peck Pinheiro, Bruno Feigelson, Gaudio de Paula, Daniel Becker e o juiz e programador Rafael Leite, Des. César Cury e Juiz Bráulio Gusmão e a Juíza Isabela Ferrari falaram sobre regulação de novas tecnologias e modelo aberto de justiça. O painel sobre SmartCities e entraves legais para a inovação com o presidente da Assespro Italo Nogueira, Robert Janssen e Beto Marcelino também teve o seu destaque. Outro sobre Legal Design com sua precursora Tessa Manuello e outro com Guilherme Fajardo Bianque do Boostlabs do BTG sobre Legaltechs e mercado financeiro geraram grande engajamento.

Todavia, o ponto alto do AB2L Law Disruption Week foi a palestra da Mary O’Carroll, Head Global de Legal Operations do Google e presidente do CLOC (Corporate Legal Operations Consortium), que explicou como lidera o departamento jurídico de uma das maiores empresas de tecnologia do mundo. O evento contou ainda com a presença de palestrantes de grandes escritórios de advocacia. Não à toa, o Congresso alcançou 133.268 visitantes na página e estandes virtuais, com 80 horas de certificado e mais de 53 mil agendamentos em atividades.

Na página de programação, é possível filtrar por trilhas e descobrir tudo que foi abordado no evento: https://ab2l-lawdisruptionweek.com.br/programacao/

Fonte: CM

COMPARTILHAR
VEJA TAMBÉM
_113967234_hi031081850

Em resposta ao ChatGPT, Google planeja lançar 20 projetos de inteligência artificial em 2023

A empresa queria ir devagar, mas a ameaça externa da OpenAI acelerou o planos
Captura de tela 2023-01-27 094937

Cinco tendências de tech e ESG apresentadas em Davos

Diversidade e inclusão foram alguns dos principais destaques do relatório sobre o cenário atual do mercado global de tecnologia, lançado durante o Fórum Econômico Mundial
Captura de tela 2023-01-27 094517

“Não há falta de dinheiro para startups”, diz cofundador da Liga Ventures

Guilherme Massa explica que os desafios têm relação com um tempo maior de decisão dos investidores baseado no momento econômico e na busca por retorno
Face recognition AR hologram screen  smart technology

O chat GPT: o que o novo oráculo de delfos tem a dizer aos advogados?

O grande diferencial da ferramenta, como toda ferramenta tecnológica inovadora, será no modo como é utilizada para extrair os benefícios da mesma.
EMPRESAS ALIADAS

Receba nossa Newsletter

Nossas novidades direto em sua caixa de entrada.