A cultura organizacional como ferramenta para gerar resultados

Imagem: Reprodução

Cultura organizacional é um tema recorrente dentro das companhias, e não é para menos, afinal, ela direciona a atuação de todos os colaboradores e se torna imprescindível para o sucesso de um negócio. Boas estratégias de negócios são propensas a falhar se não forem sustentadas por uma cultura organizacional alinhada às estratégias! Dito isso, fica clara a importância de ter uma cultura sólida. Mas, afinal, o que é Cultura Organizacional?

A cultura organizacional é formada pelo conjunto de comportamentos, crenças, símbolos e normas de uma empresa. Ela influencia na identidade da companhia e na maneira como todo o negócio será conduzido, o que inclui o tratamento com clientes e funcionários, processos internos, entre outros pontos.

Muitas vezes, no início de uma empresa, a cultura é formada pelos valores do seu fundador. Porém, com o passar do tempo e a chegada de novos profissionais, ela acaba se modificando. Ou seja, o ambiente e a interação entre a equipe contribuem para a construção de um padrão que direciona às relações internas e externas.

Como valorizar a cultura nas empresas?

A cultura organizacional forma a base da empresa e é fundamental que ela seja considera em todas as decisões estratégicas. Para que isso aconteça, é fundamental que toda liderança esteja alinhada. Assim, será possível transmitir as crenças e objetivos corporativos, por meio do exemplo. Há algumas estratégias que podem ser aplicadas para fortalecer a cultura organizacional. Ter a missão, visão e valores bem definidos, por exemplo, são um dos primeiros passos para isso e, mais uma vez, a liderança também tem um papel significativo na manutenção e na reprodução desses elementos. Sendo assim, espera-se que os líderes disseminem e pratiquem os valores da companhia em todas as tomadas de decisão.

Além disso, conhecer o perfil dos funcionários é mais um ponto relevante. Afinal, todos os colaboradores tem papel importante e participação ativa na manutenção da cultura organizacional.

Promover espaço para ouvir a opinião da equipe, analisar a atuação, interesses e expectativas deles e ter feedbacks constantes são formas de conhecer os profissionais e planejar as melhores ações para difundir a cultura.

Outro ponto de atenção é no momento do recrutamento e seleção. Contratar talentos que tenham valores alinhados com os do negócio e fit cultural, contribuem para a disseminação da Cultura e engajamento.

Além disso, é muito importante ter uma comunicação interna clara, transparente e bem estruturada, podendo ter ações nas redes sociais corporativa, jornal mural, intranet, eventos, dentre outras formas para disseminação dos valores e crenças da companhia.

Quais os benefícios de uma cultura bem gerenciada?

Ter uma cultura organizacional bem gerenciada impacta diretamente nos resultados da empresa. Quando esse padrão de comportamento é compartilhado com o time, todos têm clareza e caminham pelo mesmo objetivo e a produtividade tende a ser melhor, o que se torna um diferencial competitivo e pode favorecer o crescimento do negócio. Há ainda outras vantagens, como o aumento da motivação e engajamento da equipe, melhoria no employer branding, o que contribui para a atração e retenção de talentos, entre outros pontos.

Contudo, vale destacar que não existe cultura boa ou ruim. O fundamental é que ela seja coerente com o posicionamento da marca e com a estratégia da companhia. Tal fato dependerá ainda das características da equipe, do jeito de lidar com situações adversas. A cultura organizacional de uma startup de tecnologia, por exemplo, será diferente de uma instituição financeira. No primeiro caso, os valores podem estar mais voltados à criatividade e à flexibilidade, o que influenciará na divisão física dos espaços de trabalho, com preferência por ambientes mais integrados, mobiliários, linguagem, trajes dos funcionários, entre outros fatores.

Por onde começar a investir em cultura organizacional?

Antes de mais nada, é preciso entender quais são as crenças e valores que devem ser disseminados entre o time. Esses princípios devem permear toda a organização, independentemente do seu porte, pois eles guiam o comportamento dos colaboradores, políticas internas, ambiente de trabalho, relacionamento com clientes e fornecedores etc.

Trazendo um exemplo bastante conhecido, que é a cultura organizacional da Disney, esta tem como atributos principais o encantamento e o bom atendimento aos clientes. Esses princípios direcionam a atuação de toda a equipe que deve valorizar a segurança, experiência, atendimento personalizado e eficiência. Para alcançar esses objetivos, a companhia de entretenimento investe em treinamento e desenvolvimento dos colaboradores, além de ações para aumentar a satisfação e o orgulho deles com o trabalho. Para que os clientes sejam bem atendidos e saiam felizes dos parques, a equipe também deve estar com esse sentimento.

E na sua empresa, quais os principais elementos da Cultura?

Texto original de Leandro Dias, publicado no Linkedin.

Comentários

Comentários